Atualidade

Diante da crescente epidemia de obesidade americana, no início de 2010 a primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, lançou a campanha nacional “Let´s move” (Vamos nos mexer) de luta contra a obesidade infantil. O objetivo é eliminar o problema em uma geração. Um dos principais alvos da campanha é a indústria de alimentos ultraprocessados, como o fast food (hambúrgueres, salgadinho e refrigerantes). O atual prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, propôs há pouco tempo a proibição da venda de refrigerantes em tamanho gigante nos restaurantes, arenas esportivas e cinemas. A indústria rapidamente reagiu para reclamar contra a decisão. Mas é inegável que a obesidade nos Estados Unidos e outros países como o Brasil tem alcançado números assustadores, a ponto de se tornar problema de saúde pública e entrar na agenda de ações do governo.  Ainda em 2012 foi lançado o documentário Muito Além do Peso, uma produção nacional sob a direção da roteirista Estela Renner. O filme mostra a relação negativa da dieta composta por alimentos ultraprocessados, principalmente os refrigerantes, com a atual pandepidemia de obesidade infantil. Também em 2012 foram consumidos 101 milhões de litros de suco industrializado nos 40 países mais desenvolvidos do globo. Atualmente, o Brasil produz 50% do suco de laranja consumido no planeta. Portanto, de cada cinco copos de suco de laranja consumidos no mundo, três são produzidos em terras e fábricas nacionais. Paradoxalmente, enquanto produzimos suco de laranja para boa parte da população mundial, a água distribuída no Brasil, segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Ciências e Tecnologias Analíticas Avançadas (INCTAA), sediado do Instituto de Química (IQ) da Unicamp, contém cerca de 800 substâncias consideradas “contaminantes emergentes” e é muito ruim de acordo com qualquer padrão internacional. 

Vivencie

Guia

Los Mendozitos

Los Mendozitos
Palestras e Entrevistas

História do chá

História do chá
Guia

Alto da Harmonia

Alto da Harmonia

Para pensar

A quantidade de flúor e cloro existente na água pode afetar a saúde das pessoas?

Atualmente, há um enorme debate em torno da quantidade de cloro e flúor na água. Enquanto a falta de flúor pode reduzir prevenção efetiva das cáries nas pessoas; o excesso causa fluorose, que é o su...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema