Atualidade

Segundo uma pesquisa publicada no The New England Journal of Medicine, em fevereiro de 2013, a dieta mediterrânea pode reduzir em até 30% o número de ataques cardíacos, de apoplexia (lesão vascular cerebral súbita) e mortes por problemas no coração quando as pessoas adotam uma dieta mediterrânea. Essa pesquisa foi feita com financiamento do governo espanhol e o Instituto de Saúde Carlos III. Até então, todos os trabalhos que apontavam para redução de riscos de doença no coração não conseguiram apontar evidências relevantes.

Foram analisadas mais de sete mil pessoas, na Espanha, que estavam acima do peso, eram fumantes e, portanto, são consideradas parte do grupo de risco para problemas cardíacos. O estudo liderado pelo Dr. Ramon Estruch, da Universidade de Barcelona, indicou que essa dieta pode trazer vários benefícios.

Por mais incrível que isso possa parecer, os adolescentes do sul da Europa não estão mais seguindo a dieta mediterrânea. Em 1948, quando as primeiras pesquisas indicaram que os moradores de Creta, na Grécia, viviam mais em razão de sua dieta, pouco se disse a respeito da situação econômica dessas pessoas. Elas não se alimentavam somente de legumes, frutas, azeite e peixes porque queriam viver de forma saudável. Segundo Zachary Nowak, historiador e professor do Instituto Umbra, em Perugia, na Itália, as pessoas adotavam esse tipo de alimentação em razão de sua situação social. Para ele, a dieta mediterrânea é resultado direto da pobreza que dominava a região nos anos 1940.

Vivencie

Guia

Atelier do Azeite

Atelier do Azeite
Guia

D'olivino Restaurante & Empório

D'olivino Restaurante & Empório
Guia

Oliva

Oliva

Para pensar

Você acha que poderia se beneficiar da dieta mediterrânea aqui no Brasil, onde o clima e os costumes são tão diferentes?

As recomendações de caráter universal devem ser vistas com certos cuidados, pois, provavelmente, não há uma dieta idealmente ótima para todos os seres humanos. A alimentação dos esquimós, por exempl...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema