Fontes de pesquisa

1. Azevedo, E. Alimentos orgânicos. 2ª ed. Tubarão: Ed. Unisul, 2006.

2. Carvalho, Maria Amélia; Pereira Junior, Alfredo. Nutrição e estados de humor: da medicina chinesa antiga à neurociência. Rev. Simbio-Logias. v.1, n.1, maio 2008.

3. Cherng, Wu Jyh. O tao e o taoísmo. 2010. Disponível em: <http://sociedadetaoista.com.br/blog/sociedade-taoista/jornal-tao-do-taoismo/o-tao-e-o-taoismo/>. Acesso em: 25 nov. 2013.

4. Cordeiro, Ana Lucia Meyer. Taoísmo e confucionismo: duas faces do caráter chinês. Sacrilegens, v. 6, n. 1, p. 4-11, 2009.

5. Córdova, Rita Maria Chaves. Emoções e alimentação na medicina tradicional chinesa. Disponível em: <http://www.ehnutri.com.br/art_mtchinesa.php>. Acesso em: 25 nov. 2013.

6. Crema, Sayonara. Medicina tradicional chinesa: Conceitos básicos. Disponível em:  <www.sogab.com.br/teoriasbasicasdemedicinachinesa.doc>. Acesso em: 25 nov. 2013.

Para pensar

Como a medicina oriental e a ocidental recuperam o equilíbrio do corpo?

A medicina oriental e a ocidental têm se aproximado nos últimos anos e hoje admitem a possibilidade de compartilhar e incorporar características mútuas. Essa troca, contudo, tem aspectos p...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema