Histórico

A civilização chinesa é uma das mais antigas da humanidade. Tanto a medicina quanto a alimentação tradicional chinesa são práticas que vêm sendo experimentadas e aperfeiçoadas ininterruptamente há milhares de anos. No mesmo período em que povos ocidentais ainda eram tribos bárbaras, os chineses já tinham desenvolvido o papel, o garfo, a seda, entre outras conquistas.

Os chineses são antigos cultivadores da terra. Há registros de atividade agrícola e pecuária em anos anteriores a 2000 a.C., no Vale do Rio Amarelo, onde eram produzidos cereais e havia criação de gado, porcos, carneiros, cabras, galinhas, patos e búfalos.

Portanto, ao longo de sua história, a China vem sendo um país agrícola que sofreu, repetidas vezes, grandes perdas em função de safras fracas e devastações por guerras. O cenário de fome e miséria marca a história do país e consequentemente a relação com a forma de alimentar-se, já que foi necessário buscar tudo aquilo que fosse comestível para garantir a sobrevivência.

Um dos reflexos dessas grandes crises é a inclusão de insetos, animais peçonhentos, crustáceos exóticos, fungos e algas no cardápio. Também está presente na alimentação a ideia de aproveitamento máximo de cada um dos alimentos. Por essa razão, cascas de frutas e vegetais, além de barbatanas de tubarão, entre outras especiarias exóticas, são muito apreciadas na região.

Para pensar

Há muitas diferenças entre a alimentação tradicional chinesa existente no Brasil com a feita na China?

Sim. As diferenças são enormes. Na China, a medicina tradicional é seguida pelo sistema público de saúde, o qual a utiliza de forma integrada com a medicina alopática. Em função disso, a alimentação...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema