Histórico

A técnica já existia na época de Buda Gautama (séc. 4 a.C.), porém, foi resgatada e elevada por ele. Por isso, a vipassana tem profunda ligação com Buda, o qual deu a ela um nível prático ao desenvolver um método. Acredita-se que essa prática preserva-se alinhada com as instruções e preceitos originais de Buda até os dias atuais em Mianmar.

O rei birmanês Mindon (1853-1878) deu grande apoio ao budismo. Ele foi a primeira autoridade em seu país a estimular a prática de vipassana entre nobres e leigos. Esse movimento ganhou mais força depois de 1930 — não há registro dos nomes dos professores anteriores a esse período — quando alunos de Ledi Sayadaw, Mingun Sayadaw e Mohnyin Sayadaw ajudaram a estabelecer vários centros para o ensino de vipassana. Mais tarde, ocorreu o estabelecimento de centros de meditação para monges e leigos patrocinados pelo governo. Já na escola de budismo theravada, a técnica foi incorporando conceitos do budismo e é praticada atualmente por monges.

Ledi Sayadaw foi mestre de Sayagyi U Ba Khin, o qual, por sua vez, transmitiu os ensinamentos para Shri Satya Narayan Goenka, que é atualmente o principal disseminador da prática vipassana, em sua forma não vinculada ao movimento budista, no mundo. 

Explore

O que é meditação vipassana?

O que é meditação vipassana?

Vivencie

Palestras e Entrevistas

Meditação vipassana

Meditação vipassana
Guia

Casa de Dharma

Casa de Dharma

Possibilidades

veja mais sobre o tema