Centro de Meditação Kadampa Brasil

O Centro de Meditação Kadampa Brasil (CMKB) está localizado no distrito do Jacaré, na cidade de Cabreúva, em São Paulo. O local foi inaugurado em outubro de 2010. É uma organização sem fins lucrativos que se dedica a beneficiar a comunidade local com a possibilidade de acesso aos ensinamentos do budismo. O professor residente responsável pelo centro de meditação é o monge Gen Kelsang Tsultrim.

Programação

O centro de meditação oferece, para budistas e não budistas, cursos de final de semana, retiros (normalmente em feriados prolongados) e aulas às quartas-feiras. Ele também é aberto gratuitamente à visitação em fins de semana e feriados. O local recebe entre 30 e 50 inscritos para as aulas de quarta-feira, por volta de 50 matrículas nos cursos e retiros, e chega a recepcionar 300 visitantes por fim de semana.

Preços

Às quartas-feiras, algumas atividades são gratuitas e nas demais aulas,o valor é de R$ 20,00. O passaporte do fim de semana varia entre R$ 165,00 e R$ 290,00 por pessoa, dependendo da escolha da instalação, a qual pode ser camping ou os chalés, que são individuais, duplos ou coletivos. O preço do passaporte inclui almoço e jantar de sábado; café da manhã, almoço e jantar de domingo; acomodação; curso de sábado e aula de domingo. A diária de sábado sem hospedagem é de R$ 60,00 (inclui almoço e curso) e a de domingo é de R$ 40,00 (inclui almoço e aula).O preço do retiro varia entre R$ 360,00 sem acomodação a R$ 1.240 com acomodação em chalé individual. Também é possível participar dos retiros em dias únicos.

Local

O local escolhido obedece a um protocolo do Projeto Internacional de Templos, sediado em Londres, na Inglaterra. Esse projeto foi fundado pelo monge Geshe Kelsang Gyatso com o propósito de construir e financiar templos kadampa dedicados à paz mundial em vários países do mundo. Dentre os critérios exigidos estão: ser um local tranquilo, fora da cidade, próximo a um grande centro e de fácil acesso por rodovias e aeroportos. Saneamento, eletricidade e acesso a internet também são algumas das exigências do protocolo.

Como chegar

No site oficial do CMKB é possível achar rotas para chegar ao templo a partir de São Paulo e Campinas, tanto de carro como de ônibus. As rotas servem também para quem chega de avião pelos aeroportos de Guarulhos, Congonhas ou Viracopos. O local fica a cerca de 80 km de distância de São Paulo e 55 Km de Campinas.

Instalações

No CMKB a instalação principal é o templo, que é o único da tradição kadampa da América Latina. Anexos a ele, há uma loja de objetos para práticas de rituais budistas, incensos, cristais e artes e uma livraria com audiolivros, livros, CDs e cadernos de preces. Na mesma varanda, fica uma área de convívio com sofás, onde o visitante pode ler, conversar e descansar. Atrás do templo, há uma cafeteria aberta ao público e onde são servidas as refeições aos participantes dos cursos e retiros. Na área de acesso entre a guarita de entrada e o templo estão jardins e três praças de meditação, onde são realizadas atividades e nos demais horários, o acesso é livre para os visitantes. Para os que participam das atividades de estudo é possível hospedar-se nos chalés de madeira que ficam nos platôs ao lado da área de preservação ambiental (matinha).

Visitação

A visitação pública é gratuita, aos sábados, domingos e feriados e o centro recebe grupos de visitantes durante a semana com agendamento prévio.

Família

Não existe idade mínima para visitar ou se hospedar no templo, mas não há estrutura específica para famílias com mais de dois membros nos chalés. São apenas acomodações individuais, duplas ou coletivas. A organização do centro aconselha que as famílias escolham a opção camping se quiserem ficar juntos. Menores de idade só entram no centro de meditação acompanhados por um adulto. Menores de 15 anos pagam meia entrada.

Orientações gerais

Por ser um centro de meditação budista, algumas regras devem ser respeitadas pelos visitantes em respeito à doutrina. É preciso ter cuidado para não matar ou ferir qualquer ser vivo; não é permitido comer carne, fumar cigarros e consumir bebidas alcóolicas. Tirar fotos no templo só é permitido fora dos horários das aulas e desde que não se use o flash.

Voluntariado

As atividades oferecidas pelo CMKB são realizadas por voluntários. A participação neste trabalho é aberta a todos, budistas e não budistas. Para se candidatar para uma vaga de trabalho voluntário, é preciso preencher um formulário online até a quinta-feira que antecede o final de semana de visita ao centro. Aos finais de semana, o trabalho voluntário é basicamente para o atendimento aos inscritos nos cursos e aos visitantes no período da tarde. É possível trabalhar nas seguintes áreas: templo, portaria, cafeteria, loja e cozinha.

Filiais

O Centro de Meditação Kadampa Brasil tem mais três filiais. Uma em Itu, outra em Salto e mais uma em Sorocaba. As atividades realizadas em cada lugar tem programação independente.

Além desse, existem mais 11 centros de meditação kadampa no Brasil. Eles são abertos a todos e oferecem cursos introdutórios, programas de estudo e retiros de meditação. No mundo, existem 1.100 centros budistas kadampa, com filiais em 40 países. Todos os recursos arrecadados são doados para o Projeto Internacional de Templos.

Foto 1 a 3: Divulgação Centro de Meditação Kadampa Brasil
Foto 4: Laura Luz

Veja também:
Cultivar a paciência é um ato de coragem
Origem do budismo kadampa
Como cultivar a paciência

Funcionamento

Visitação pública: sábados e feriados das 13h00 às 16h00; domingos das 13h00 às 17h00. (Horário de aulas, cursos e retiros, consultar o site do CMKB)

Centro de Meditação Kadampa Brasil
[email protected]

Formas de Pagamento