Namu é

Conheça mais sobre o NAMU

Saiba mais sobre

Conheça a origem dos produtos que você consome

Produtos certificados são aqueles feitos para atender rígidos critérios socioambientais em todas as etapas de elaboração

PublicDomainPictures / Pixabay / CC0 Creative Commons

O que são produtos certificados? Quais são as vantagens de consumi-los? Muita gente ainda faz essas mesmas perguntas quando se depara com alguns deles nos estabelecimentos comerciais. Produtos certificados são aqueles feitos para atender rígidos critérios socioambientais em todas as etapas de elaboração, desde a extração das matérias-primas e os cuidados com a mão de obra até a chegada às mãos dos consumidores nos pontos de venda.

No Brasil, os produtos com selo de certificação socioambiental estão em alta e ocupam cada vez mais espaço nas gôndolas de supermercados e lojas especializadas. Há certificação socioambiental para itens florestais, como a madeira e seus derivados – na forma de peças para a construção civil, móveis, papéis, papelão e até lápis – além de cosméticos feitos à base de sementes e frutos de nossas florestas nativas. Existem também no mercado produtos certificados de origem agrícola, entre eles café, chocolate, frutas e carnes.

Os dois principais selos que garantem qualidade socioambiental absoluta para produtos certificados são internacionais. Para o segmento florestal existe o Forest Stewardship Council© (FSC©) e para os produtos agrícolas a Rainforest Alliance Certified (RAC) é o mais importante. No Brasil, o acompanhamento e orientação dos produtores para adotarem boas condutas nos processos de produção e conquistarem o selo de qualidade FSC é feito por 14 certificadoras acreditadas, entre elas o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora). 

Como funciona

Essas práticas socioambientais possuem critérios rigorosos. O Imaflora promove auditorias nas propriedades rurais para verificar todas as etapas dos seus processos produtivos. As empresas auditadas só recebem a certificação se forem atestadas boas práticas de sustentabilidade. Entre elas a promoção da qualidade de vida e de segurança dos trabalhadores, o uso de matérias-primas de fontes sustentáveis, além de cuidados com a preservação do meio ambiente, dos recursos naturais e dos ecossistemas durante toda a produção.

Entre os produtos com certificação socioambiental as madeiras com o selo FSC vêm ganhando espaço e seu consumo só aumenta no país. Produtos florestais com o selo podem ser encontrados em depósitos de materiais de construção, lojas de móveis, supermercados e papelarias em todo o país. Eles podem ser identificados pelo selo com a sigla FSC e o desenho de uma árvore estilizada. Para madeiras brutas a indicação geralmente consta na nota fiscal de compra, juntamente com o um código específico da certificadora. Nos supermercados e lojas de conveniência também existem produtos com o selo de certificação. Eles estão nas embalagens de papelão de muitos alimentos, como caixas de congelados. O site do Forest Steward Council tem informações sobre como identificar e comprar produtos com seu selo.

Produtos agrícolas atestados com o selo Rainforest Alliance Certified (RAC) ainda não são tão populares no comércio nacional quanto os FSC, mas estão se disseminando rapidamente no varejo. Por enquanto, são limitados a itens como chocolates, cafés e alguns cosméticos. Carnes frescas e frutas com garantia de origem podem ser encontradas em algumas redes de supermercados. Esses produtos também têm selo de garantia da RAC e foram atestados pelo Imaflora. Mais informações sobre a cadeia de produção brasileira certificada pelo FSC e RAC podem ser encontradas no relatório anual do Imaflora.

Foto: Alessandra Haro