fbpx
Procurar no site Namu
Logo portal NAMU
HOME » Alimentação » Funcionais » Gerais

Funcionais

Caqui: benefícios e como acrescentá-lo em seu cardápio

Preferido no paladar dos brasileiros, o caqui tipo chocolate é rico em fibras e fonte de vitaminas A, B e C.
Da redação
08/11/19

Devido a sua forma e cor, o caqui é facilmente confundido com o tomate. Suculento e de sabor adocicado, o caqui também é rico em nutrientes, oferecendo, assim, vários benefícios à saúde. Quer conhecer quais são? Então acompanhe o artigo que o NAMU preparou especialmente para você!

Caqui, uma breve história

Em grego, seu nome significa "chama de Zeus". De cor avermelhada e casca fina, o caqui (Diospyrus kaki), é uma fruta nativa da Ásia que hoje em dia já faz parte do cotidiano da maioria dos brasileiros. Típica do outono, pertence à família das Ebenáceas e tem maior produção nas regiões Sul e Sudeste do país. Principalmente no Estado de São Paulo, considerado o maior produtor da fruta.

O caqui tem o tamanho semelhante ao de uma maçã e pode ser encontrado com facilidade em feiras livres, orgânicas ou em mercados. No Brasil, são comercializados três tipos da fruta: o caqui taninoso, o doce (fuyu, jiro e fuyuhana) e o variável (rama forte, kaoru e giombo, também como chocolate).

Esse último se diferencia dos primeiros por conta da polpa taninosa, quando não tem sementes. E da não taninosa, quando possui uma ou mais sementes.

Embora seja possível encontrar essas três variedades da fruta, as diferenças nutricionais entre elas não são tão grandes assim. Elas dizem respeito, na verdade, à quantidade que cada uma possui de carboidratos e tanino, substância responsável pela sensação de amargo na boca.

Valor nutricional do caqui

Paixão nacional, o caqui possui alto valor nutricional. Segundo a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO), uma porção de 100g da variedade chocolate da fruta oferecem ao organismo:

  • Valor energético: 71.4kcal (4% VD);
  • Carboidratos: 19,3g (6% VD);
  • Proteínas: 0,4g (1% VD);
  • Fibra alimentar: 6,5g (26% VD);
  • Fibras solúveis: 0,0g (0% VD);
  • Cálcio: 17,9mg (2% VD);
  • Vitamina C: 29,6mg (66% VD);
  • Piridoxina B6: 0,0mg (0% VD);
  • Fósforo: 18,4mg (3% VD);
  • Manganês: 0,4mg (17% VD);
  • Magnésio: 8,6mg (3% VD);
  • Lipídios: 0,1g (0% VD);
  • Ferro: 0,1mg (1% VD);
  • Potássio: 163,6mg (0% VD);
  • Zinco: 0,2mg (3% VD);
  • Sódio: 2,2mg (0% VD).

Cabe ressaltar que os valores diários (VD) são baseados em uma dieta de 2.000 Kcal. Dependendo das suas necessidades nutricionais, eles podem ser menores ou maiores.

Benefícios do caqui para a saúde

O caqui é rico em antioxidantes, vitaminas A, B1, B2 e C, minerais e fibras. Além disso, também possui alto teor de licopeno, substância responsável por combater os radicais livres no sistema imunológico.

benefícios do caqui

Segundo a nutricionista Mariana Gomes, esses nutrientes ajudam na prevenção de doenças degenerativas, como o câncer, e na boa nutrição do corpo.

“As fibras melhoram a função intestinal e prolongam a sensação de saciedade. Já a vitamina C aumenta a imunidade e a função antioxidante do corpo, enquanto a vitamina A é fundamental para as células da visão e da pele. O potássio contribui para o controle da pressão arterial”, comenta Gomes.

Além desses benefícios, o caqui possui função calmante e ajuda a combater o envelhecimento precoce. Ainda, é aconselhado para quem sofre de problemas de gastrite.

Contraindicações

Embora seja um ingrediente natural, quem tem diabetes, por exemplo, não pode consumir o caqui em demasia. Isso porque ele é rico em glicose e frutose.

“O caqui deve ser apreciado com moderação. Sempre que possível, deve-se adicionar no preparo alguma fibra, como a chia, pois ela permite à frutose ser absorvida mais lentamente, o que evita picos de glicose no sangue”, completa a nutricionista.

Caqui: formas de consumo

O caqui pode ser ingerido in natura ou no preparo de doces, bolos, sorvetes ou saladas de frutas. No caso do suco, o ideal é tomar a bebida assim que ficar pronta para não perder o sabor, a cor e a quantidade de vitamina C que possui.

Para quem deseja inovar na cozinha, a fruta pode ser incorporada em receitas de panquecas e carnes, por exemplo. Outra opção é consumi-lo desidratado para incrementar receitas de pães doces. Inclusive, dessa forma é possível saborear a fruta durante o ano todo, já que seu período de safra se dá durante o outono.

O caqui também é utilizado na produção de vinagre, já que possui ótima fermentação, o que resulta em um produto de excelente qualidade. Para esse processo, o melhor é utilizar caquis orgânicos, cujas cascas não precisem ser lavadas. Isso porque são os microrganismos presentes nas cascas é que darão início ao processo de fermentação.

Receitas deliciosas feitas com caqui

Salada de fruta

Ingredientes

  • 2 caquis
  • 1 rodela de abacaxi
  • 10 uvas rosadas
  • 1 kiwi
  • 1 fatia de melão
  • 2 fatias de mamão papaya ou 1 fatia de mamão formosa
  • 10 uvas rosadas
  • Suco de uma laranja
  • 2 colheres de sopa de granola ou musli

Modo de Preparo:

  1. Pique todas as frutas;
  2. Em uma travessa, misture-as bem;
  3. Acrescente o suco de laranja;
  4. Para finalizar, acrescente a granola ou musli.​

suco

Ingredientes

  • 1 caqui picado;
  • Um copo de água;
  • 1 rodela de gengibre;
  • 1 colher de sopa de semente de chia.

Preparo:

  1. Bata tudo no liquidificador;
  2. Coe e tome imediatamente.

Dicas sobre o caqui que você precisa conhecer

  • Ao escolher a fruta na feira ou no supermercado, certifique-se de que ela não possui nenhuma rachadura. Além disso, ela precisa ter coloração uniforme e espessura firme;
  • O caqui maduro pode ser guardado na geladeira por no máximo cinco dias.

Quer aprender mais receitas saudáveis sem sair de casa? Então conheça os cursos online de gastronomia do NAMU. Criados especialmente para que você alcançar o equilíbrio comendo melhor, eles contêm várias receitas preparadas a partir de ingredientes naturais.

Assim, você poderá se tornar um verdadeiro chef e preparar refeições saborosas para si mesmo, amigos e familiares sem abrir mão da saúde!


Recomendados
Funcionais

Alimentos fermentados: o que são e como fazer em casa

De acordo com a chef Silvia Corbucci, alimentos...

Funcionais

Abacate: a fruta que é fonte de saúde e beleza

Nutritivo e rico em vitaminas, o abacate pode s...

Funcionais

Mangostin: a fruta com sabor inesquecível

Considerada a "fruta da rainha", o mangostin, t...

Funcionais

Conheça os benefícios do ômega 3

Encontrado em peixes e grãos como linhaça e chi...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *