fbpx
Logo portal NAMU
HOME » Alimentação » »

Saiba como escolher a melhor alimentação para o seu cão

Alimentação natural com ossos, sem ossos e cozida estão entre as principais dietas elaboradas para os animais de estimação.
Da redação
22/07/16
Assim como os seres humanos, os animais de estimação precisam ter uma alimentação controlada e que ofereça todos os nutrientes que o organismo precisa. Nem todas as rações encontradas em pet shops e supermercados são adequadas para manter a saúde dos bichos, por isso é importante ficar atento a cada substância que esses alimentos possuem. Ao contrário do que se acredita, os restos de alimentos não são a melhor opção para os animais, já que podem trazer inúmeros prejuízos ao organismo. Chocolates, leite e alguns tipos de ossos estão entre os vilões da saúde dos bichos. Por isso é essencial procurar a ajuda de um veterinário, só ele pode dizer o que é melhor para cada caso. Quem tem animal de estimação e não tem tempo ou não possui muito conhecimento de uma boa alimentação, acaba por comprar qualquer ração para seus bichos. Isso é errado. É indicado ler e buscar informações sobre todas as substâncias presentes nesses produtos, pois nem todos são tão nutritivos quanto parecem. Mas já pensou em proporcionar uma alimentação natural ao seu animal? Pensando nisso, o blog do NAMU Cursos listou algumas dicas que devem ser levadas em conta na hora da escolha. A alimentação natural é capaz de suprir todas as deficiências nutricionais do animal. Entre os benefícios estão o fortalecimento e brilho do pelo. Especialistas acreditam que, quanto mais saudável for, maior a longevidade dos pequenos. Você pode utilizar arroz, carne magra e legumes para montar o cardápio, além de ter a opção de servir cru ou cozido. Entre as dietas naturais, destacam-se três tipos: natural crua com ossos, natural crua sem ossos e natural cozida. A primeira é conhecida por ser a mais parecida com a alimentação que um animal teria em seu habitat natural. Os ossos crus presentes no cardápio auxiliam na prevenção de tártaro, além de estimularem a mastigação. Também são ótimos para nutrir o organismo canino com nutrientes como cálcio e proteínas. Você pode optar por colocar qualquer tipo de carne, as partes escolhidas também ficam a seu critério. Já a alimentação natural crua sem ossos é indicada para os animais que não gostam ou não podem mastigar ossos. Esse tipo de dieta é mais fácil de ser feita, já que é possível utilizar diversas carnes. Porém, diferente da anterior, é preciso colocar nutrientes como o cálcio, o qual pode ser adicionado com farinha de casca de ovo. A alimentação natural cozida, como o nome já diz, é feita a base de todos os alimentos cozidos. Carnes, vísceras, carboidratos, vegetais, tudo é levado da panela ao prato do animal. Muitos donos se sentem desconfortáveis de servir a comida crua, então optam por essa dieta. Além disso, alguns bichos não toleram as outras dietas, por isso é importante sempre consultar um veterinário. Quer aprender mais sobre esses cardápios? Conheça o curso Alimentação natural boa pra cachorro: receitas para seu pet. Ministrada pela professora Fernanda Lima, nessa série de aulas você aprenderá receitas de carne, peixe, ovo, além de petiscos de festa de aniversário e doces específicos para cães. Foto: Chiemsee / Pixabay / CCO Public Domain

Recomendados
Fitness

Home Office: 6 exercícios para alongar durante o expediente

Aplicativo fitness oferece exercícios de alonga...

Meditação

5 exercícios para relaxar no home office

O super aplicativo app Namu possui mais de 240 ...