fbpx
Procurar no site Namu
Logo portal NAMU
HOME » Alimentação » Vegana » Gerais

Gerais

Ser vegano: veganismo e educação humanitária

O que é ser vegano? A ativista Nina Rosa fala sobre sua experiência e o trabalho que realiza com educação humanitária, além de relatar a experiência que teve ao realizar o documentário “A carne é fraca”
Da redação
09/01/20

Como se faz para ser vegano? Ou antes disso, por que uma pessoa decidiria ser vegana? As razões podem ser muitas, mas quase todas elas têm algo em comum: o apreço pela natureza e pelo direito dos animais à vida.

Nina Rosa Jacob é vegana e uma das principais ativistas brasileiras quando o assunto é vida animal. Desde o ano 2000, quando fundou o Instituto Nina Rosa, produz materiais educativos sobre o que é ser vegano, além de realizar palestras, para a promoção do veganismo e da educação humanitária.

Ser vegano e a educação humanitária

A educação humanitária faz a gente respeitar a natureza. Tem esse foco na ética, na sensibilidade, na compaixão, na solidariedade para com os outros seres, na não-violência. Então, acredito que, mais do que nunca, é necessária para o nosso país a divulgação e expansão da educação humanitária”, declara a ativista.

Nesta entrevista, Nina ainda relata a experiência que teve ao realizar o documentário “A carne é fraca”, um dos trabalhos que mais contribui para a transição das pessoas ao vegetarianismo/ veganismo.

Assista a entrevista completa a seguir:

Ser vegano e ética na alimentação 

Será que a ética deve guiar nossa alimentação? Para muitas pessoas, sim. Afinal, além das questões de saúde física e mesmo mental, a questão ética acaba se tornando o principal motivo para ser vegano ou vegetariano.

A grande maioria dos veganos e vegetarianos acredita que matar animais para alimentação é algo errado, que não deve ser feito.

os benefícios de ser vegano

Em razão disso, ser vegano e evitar qualquer tipo de carne acaba se tornando uma opção adotada por questões morais e não nutricionais.

Para essas pessoas, a pecuária, por exemplo, além de se uma indústria altamente prejudicial para o meio ambiente, produz uma enorme quantidade de sofrimento.

Basicamente, comer carne produz as seguintes questões morais que influenciam no vegetarianismo e veganismo, ou seja, razões para ser vegano:

  1. Os seres humanos têm o direito de criar e matar animais para sua alimentação?
  2. Se esse processo for feito de maneira menos cruel e dolorosa, podemos entender que matar animais para nosso sustento é correto?

A partir do momento que julgamos que os animais têm direitos, ser vegano é acreditar que matá-los se torna algo moralmente errado. Não importa quão indolor seja o processo. Matar um animal se torna uma violação dos direitos dos animais.

Curso de alimentação vegana

Agora que você sabe mais sobre ser vegano e as questões que essa decisão implica do ponto de vista humanitário, que tal, além de refletir, partir para a ação e  colocá-lo em prática em sua vida?

Para te ajudar, conheça o curso online Menu vegano completo com a chef Luna Passeri. Você adquire agora e pratica onde e quando quiser!


Recomendados
Gerais

Receita: bolo vegano de banana e cacau

Veja uma receita de bolo vegano de banana do cu...

Gerais

Carnismo: você já ouviu falar?

Para psicóloga Melanie Joy, o carnismo é uma id...

Gerais

Comida de rua vegana e sustentável

Cozinhas sobre rodas superam modismo, sofistica...

Gerais

Curso de sobremesas e dicas veganas para você e o seu negócio

Aulas ensinam receitas saudáveis para o dia a d...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *