fbpx
Procurar no site Namu
Logo portal NAMU
HOME » Corpo e Mente » Fitness » Gerais

Fitness

O que é abdominal hipopressivo?

Escutou por aí sobre os benefícios dos abdominais hipopressivos e quer saber mais sobre a técnica? Clique no link e confira!
Da redação
10/09/19

Encolher a barriga como se quisesse encostar o umbigo nas costas. Provavelmente, você já fez para disfarçar a barriguinha. Mas você sabia que a técnica, quando realizada com a finalidade correta, pode  definir o abdômen e evitar problemas de lombalgia? Pois é, o nome disso é abdominal hipopressivo.

Desenvolvido pelo fisioterapeuta e doutor em ciências da motricidade e readaptação pela Universidade Livre de Bruxelas, Marcel Caufriez, o método abdominal hipopressivo é um treino postural e respiratório, que cria uma diminuição da pressão das cavidades torácica, abdominal e pélvica capaz de trazer benefícios para todo o corpo.

Para quem nunca ouviu falar em abdominal hipopressivo, a técnica possui dois objetivos bastante distintos: o primeiro é terapêutico e ajuda a tratar disfunções como a incontinência urinária, por exemplo; já o segundo é voltado para os exercícios físicos, conhecido também como abdominal hipopressivo.

O exercício originou-se a partir da postura de Yoga chamada Uddiyana Bandha, que tem princípio a retração abdominal. Ou seja, fazer com que o praticante traga o seu umbigo em direção ao centro superior do corpo.

Esse movimento auxilia na mobilização visceral, melhorando a postura, fortalecendo o assoalho pélvico, os músculos da respiração, entre outros benefícios.

 Benefícios do abdominal hipopressivo

Ajuda a reduzir medidas

Se a sua busca pelos abdominais hipopressivos é por causa dos seus efeitos estéticos, saiba que a técnica fortalece os músculos transversos, oblíquos e reto do abdômen, podendo diminuir a faixa abdominal em até 8% do seu tamanho.

Mas, atenção! Se o acúmulo de gordura na região for grande, os exercícios sozinhos não poderão ajudar tanto, o mais indicado é associar os abdominais hipopressivos à dupla alimentação balanceada e prática de exercícios regular.

Fortalece o tônus do assoalho pélvico

As posturas associadas ao ritmo respiratório e apneias provocam uma contração involuntária de toda musculatura do assoalho pélvico, estimulando a musculatura interna.

benefícios da abdominal hipopressivo

Os exercícios hipopressivos podem ser bastante benéficos tanto para o pré e pós-parto quanto para ajudar a prevenir problemas de próstata, que podem ser ocasionados pelo aumento da vascularização do assoalho pélvico.

​Melhora da postura e reduz as dores na coluna

Por trabalhar a estabilidade do CORE, os abdominais hipopressivos podem auxiliar a correção da postura corporal, além de prevenir problemas na coluna.

E mais: os exercícios hipopressivos podem evitar o desenvolvimento de patologias origem postural, além de prevenir todos os tipos de hérnia.

Controle dos problemas de incontinência

Os abdominais hipopressivos são bastante eficazes no restabelecimento da anatomia pélvica, o que contribui na melhora da função muscular do abdômen e do períneo, o que pode prevenir problemas de incontinência urinária e fecal.

Estimula a circulação

Por estimular o retorno venoso e linfático, os exercícios de abdominal hipopressivo evitam o inchaço dos membros inferiores, diminuindo a sensação de pernas pesadas e pés inchados. ​

Acelera a recuperação pós-parto

Praticar abdominal hipopressivo ajuda a reduzir a diástase abdominal, acelerando o processo de recuperação da faixa abdominal da mulher. ​

Melhora o desempenho sexual

O aumento do tônus muscular e vascularização do períneo ajudam a melhorar o desempenho sexual.

Aumento da capacidade cardiorrespiratória

Com aumento do volume inspiratório e da força expiratória, há a melhoria dos parâmetros respiratórios como um todo. Os exercícios podem ser uma ótima alternativa para os atletas que querem melhorar seu desempenho físico.

Como fazer abdominal hipopressivo

Os exercícios hipopressivos consistem em uma contração diafragmática que ensinamos, passo a passo, a seguir.

  1. Inspire normalmente e solte completamente o ar até o abdômen começar a contrair sozinho. Neste momento, encolha a barriga sugando os músculos abdominais para dentro, como se estivesse tentando encostar o umbigo nas costas;
  2. Tente manter a contração abdominal por cerca de 20 segundos; depois que o seu corpo for acostumando e ficando mais resistente, aumente o período gradativamente, permanecendo o tempo que suportar sem respirar (mas nada que cause desconforto);
  3. Por fim, após a pausa, encha os pulmões de ar e relaxe totalmente para voltar à respiração normal.

Qualquer pessoa pode fazer abdominal hipopressivo?

Apesar dos diversos benefícios do exercício, nem todas as pessoas podem realizar os abdominais hipopressivos. Grávidas e hipertensos, por exemplo, não devem fazer o abdominal hipopressivo.

Isso porque, no primeiro caso, não é possível prever se a prática iria contribuir para o estímulo das contrações uterinas, o que pode desencadear um aborto ou parto prematuro.

Já as pessoas com hipertensão também não devem seguir o método, pois há um aumento considerável da pressão durante a atividade que demora a se normalizar.

Por isso, antes de testá-los procure sempre um profissional habilitado para saber se você está apto ou não para praticar os abdominais hipopressivos.

Quer aprender outras maneiras de fortalecer a região do abdômen? No Namu você encontra um programa online focado em quem quer se exercitar e deixar o abdômen definido. Conheça o Programa de emagrecimento e definição abdominal e comece a praticar ainda hoje!


Recomendados
Fitness

Confira 7 atividades físicas alternativas à academia!

Você é daquelas pessoas que não gosta de academ...

Fitness

Dança contemporânea: aula explora consciência corporal e coordenação motora

A dança contemporânea explora a plasticidade do...

Fitness

O que é fadiga muscular e como evitar

Não existe um único responsável pela fadiga mus...

Fitness

Abdominais queimam a gordura da barriga?

Saiba se está usando a gordura do abdômen como ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *