fbpx
Logo portal NAMU
HOME » Corpo e Mente » Meditação » Gerais

Gerais

Autossabotagem: você pode ser seu principal obstáculo

Você pratica a autossabotagem e tem sido o seu maior inimigo? Então está na hora de reconhecer como você anda se boicotando e o que fazer para parar de se autossabotar
Da redação
12/03/20

Certamente você já se autossabotou pelo menos alguma vez na vida, seja adiando uma tarefa ou então criando empecilhos para atingir um determinado objetivo. Essa prática é chamada de autossabotagem e atinge centenas de milhares de pessoas ao redor do mundo. A seguir, você compreende o que ela é de fato, por que se manifesta e como fazer para vencê-la!

Autossabotagem: você sabe o que isso significa?

Você define metas, mas no meio do caminho para alcançá-las acaba fracassando, desistindo. E o pior: os obstáculos encontrados durante o percurso são criados por você mesmo, seja por medo de assumir novas responsabilidades ou por não se achar merecedor de tal conquista.

Essas e outras atitudes negativas estão relacionadas à autossabotagem, um comportamento inconsciente geralmente motivado pela baixa autoestima, pelo medo do futuro ou pela própria personalidade do indivíduo. De certa forma, a autossabotagem pode ser definida como o inimigo que mora dentro de nós e que conspira para nossa infelicidade.

o que é autossabotagem?

Tipos de autossabotagem

A autossabotagem possui várias formas de se manifestar, de acordo com o padrão psicossocial do indivíduo. Veja a seguir os principais, para que você consiga identificar aquele que te impede de prosperar:

Inconstância

Começar algo e abandoná-lo no meio do caminho é sinônimo de inconstância, um dos tipos de autossabotagem que mais colabora para o fracasso de uma pessoa.

Ela acontece quando inicialmente nos enchemos de coragem para realizar algum projeto, mas ao surgirem as primeiras dificuldades acabamos desistindo dele. Ou seja, não somos capazes de perseverar rumo aos nossos objetivos.

Negação da própria vontade

Pode parecer estranho, mas dizer que não precisa disso ou daquilo, que está bem do jeito que está também é uma forma de boicotar a si mesmo. Dessa forma, a pessoa não precisa sair da sua zona de conforto e não corre o risco de ter que aprender a lidar com o sucesso, ou, com o fracasso.

Assim, a pessoa acaba negando uma necessidade pessoal, como um emprego melhor ou aquela noite tão desejada junto aos amigos, por exemplo.

Procrastinação

Procrastinar é o ato de adiar, de deixar para amanhã o que pode ser feito ainda hoje. Embora ele pareça simples preguiça, esse hábito é inimigo da produtividade e pode, inclusive, acabar com qualquer carreira.

Empurrar as decisões para outras pessoas

Quem pratica a autossabotagem geralmente não gosta de assumir responsabilidades. Portanto, ao ter a chance de liderar, de tomar decisões, logo a transfere para outra pessoa. Assim, a pessoa não precisa dizer o que pensa e dessa forma se mantém neutra, assumindo a mera posição de expectador. E essa prática é válida tanto no trabalho, quanto na vida pessoal.

Consequências da autossabotagem

Conforme pontuamos anteriormente, vários são os tipos de autossabotagem, que variam desde o ato de adiar constantemente uma tarefa até mesmo delegar o poder de decisão a outra pessoa.

No entanto, as consequências na vida de quem boicota a si mesmo costumam ser praticamente as mesmas. Geralmente elas estão relacionadas à infelicidade profissional e pessoal, como por exemplo:

  • Tristeza (em alguns casos depressão);
  • Desmotivação pessoal e profissional;
  • Estagnação no trabalho (estar muito tempo no mesmo cargo ou função).

Autossabotagem e trabalho

Embora muitas pessoas coloquem a culpa pelo fracasso em suas carreiras na crise econômica ou no mercado de trabalho, a verdade é que o grande culpado por isso tudo está dentro delas mesmas. Afinal, mesmo que inconscientes, essas atitudes negativas conspiram para que tudo dê errado no trabalho delas, impedindo, inclusive, que elas prosperem naquele lugar.

Um exemplo bastante comum é quando uma proposta para assumir um cargo mais alto é recebida. Na maioria das vezes, o indivíduo acredita não ser capaz de realizar aquelas funções e arcar com as responsabilidades do novo posto de trabalho. Dessa forma, acaba por perder uma oportunidade importante na qual poderia ser bem-sucedido.

Em outros casos, a autossabotagem pode se manifestar como o “santo atraso de todo os dias”. Isso porque mesmo que a pessoa saiba o seu horário de chegada no trabalho, fica criando situações para sair de casa atrasado. Assim, além de já chegar cansado e estressado no seu ambiente de trabalho, ainda constrói uma imagem negativa perante o chefe e os colegas de setor.

Como vencer a autossabotagem

Sabendo o quanto esse problema pode afetar a sua vida pessoal e profissional, é preciso identificar quais são as atitudes que te atrapalham no dia a dia e como combatê-las. Acompanhe as melhores dicas!

Procure conhecer a si mesmo

Conhecer a si mesmo vai muito além de saber sobre os gostos pessoais. O autoconhecimento consiste em conhecer o seu verdadeiro potencial, suas habilidades, valores e objetivos. Ao saber exatamente quais são, fica muito mais fácil definir quais atitudes não contribuem para que você alcance o sucesso.

Reconheça que o fracasso existe, mas não tenha medo dele

80% das atitudes autossabotadoras são praticadas pelo medo de não saber lidar com o fracasso. Além de paralisantes, elas impedem que você cresça tanto pessoalmente quanto profissionalmente.

Portanto, caso algo não dê certo em sua vida, faça disso um aprendizado! E tente novamente, de forma diferente.

Peça feedback para seus familiares ou colegas

Quando você identificar uma situação autossabotadora, não tenha vergonha e pergunte a opinião de terceiros. Observando o contexto de fora, eles poderão te dar um feedback sobre suas atitudes, sejam elas positivas ou negativas.

Dessa forma, fica muito mais fácil identificar qual tipo de autossabotagem você anda praticando. Então, torna-se possível adotar hábitos positivos e que de fato contribuam para que você alcance seus objetivos.

Elimine a autossabotagem

Por fim, é preciso transformar as atitudes negativas em positivas! Porém, cabe ressaltar que essa é uma tarefa que exige comprometimento, persistência e, sobretudo, paciência. Afinal de contas, nenhuma grande mudança pode ser conquistada da noite para o dia. Os resultados costumam ser gradativos, porém, duradouros.

Quer ter uma vida mais alegre, saudável e tranquila? Então conheça os cursos de yoga e meditação do NAMU. Online e baseados em práticas milenares, eles certamente o ajudarão no processo de autorreflexão e farão com que você consiga vencer a autossabotagem. Assim, poderá vencer o inimigo que mora dentro de você e caminhar rumo ao sucesso!


Recomendados
Meditação

5 exercícios para relaxar no home office

O super aplicativo app Namu possui mais de 240 ...

Mindfulness

Dicas para quem está iniciando na meditação

O caminho para quem está iniciando na meditação...