fbpx
Procurar no site Namu
Logo portal NAMU
HOME » Corpo e Mente » Yoga » Iyengar

Iyengar

Posturas de yoga para quem sofre com insônia

Ao praticar yoga constantemente, seja em casa ou em qualquer outro lugar, sentirá grande alívio de desconfortos do dia a dia
Da redação
18/10/18

Sem tempo para ler? Que tal OUVIR esse texto? Aperte o play abaixo e ouça o post.

Uma das piores sensações é estar cansado e não conseguir dormir. A tensão e o estresse acumulados, muitas vezes, contribuem para casos sérios de insônia. E é fato que para ter um dia mais produtivo e tranquilo, o corpo precisa estar descansado e leve, caso contrário nada do que fizer será vantajoso. É nessas horas que relaxar antes de ir para a cama e colocar a cabeça em ordem é primordial para uma boa noite de sono. Especialistas recomendam dormir oito horas por dia. Celular e televisão antes de deitar? Nem pensar. O ideal é mexer nesses eletrônicos uma hora antes de ir para a cama. Mas se nem assim conseguir dormir, você pode optar por realizar atividades relaxantes, como o yoga, para manter o equilíbrio entre a mente e o corpo.

Benefícios do yoga

O yoga é um método conhecido em todo o mundo. As posturas, também conhecidas como asanas, trabalham diversas partes do corpo. Se realizado constantemente, proporciona inúmeros benefícios, entre eles:
  • aumento da flexibilidade
  • melhora da concentração e memória
  • aumento da autoestima
  • melhora da respiração
  • alívio de dores
  • alívio de sintomas de estresse e ansiedade
Como o yoga acalma a mente e traz paz, ajuda a melhorar o sono e pode, inclusive, auxiliar pessoas que sofrem com insônia. Se você é uma delas e gostaria de experimentar algumas posturas do método, confira, a seguir, dois asanas ensinados pela professora AnaLu Matsubara.

Asanas para quem sofre com insônia

Sente-se na postura de lótus e relaxe. Coluna reta, mente calma. Una as palmas das mãos em frente ao peito. Se quiser, entoe o mantra om. Permaneça na postura por alguns minutos. Deixe os pensamentos fluírem. Incline a cabeça, estenda as mãos para baixo. Coluna ereta, eleve a cabeça e abra os olhos. Para o próximo asana, você vai precisar de um suporte. Pode ser três cobertores dobrados. Fique agachado e coloque a área do peito em cima dos cobertores. Mãos relaxadas e para a frente. Permaneça na postura por alguns minutos. Respiração ampla. Inspire e levante devagar. Estenda as pernas e mantenha a coluna reta. Afaste o joelho, aos poucos, e fique na posição meio lótus. Se o joelho estiver no ar, não tem problema, desde que não sinta dor. Coloque as três cobertas sobre a perna estendida, para servir de suporte. Mantenha a coluna reta e estenda os braços para cima. Em seguida, abaixe-os e toque a sola do pé, se puder. Lembre-se de nunca forçar uma postura, a flexibilidade vem com o tempo. Você também pode utilizar um elástico, ou faixa de roupão, para ajudar na postura. Permaneça na postura. Coluna reta, braços estendidos. Afaste os cotovelos para a lateral, coloque a cabeça sobre o apoio e tente segurar a palma do pé. Caso não consiga com esse apoio, coloque dois blocos embaixo das cobertas. Permaneça na postura. Suba devagar, respiração lenta e fluída. Deixe as duas pernas esticadas e repita o exercício com a outra perna.

Faça em casa

Agora que já sabe o quão bem o yoga pode fazer para quem tem dificuldades para dormir, que tal experimentar um curso online de Iyengar yoga? Composto por nove aulas, o curso conta com asanas que visam melhorar o desconforto do dia a dia. Não perca! Foto: janmarcust / Pixabay / CC0 Creative Commons

Recomendados
Gerais

Yoga dance: o melhor da dança aliado ao yoga

O yoga dance permite que transmutemos ansiedade...

Vinyasa

Hatha vinyasa yoga: como começar

A professora de yoga Camila Reitz mostra o pass...

Kundalini

kundalini yoga: como ele ajuda o seu dia a dia?

Subagh Kaur Khalsa fala sobre as origens do kun...

Gerais

Budismo tibetano: a história de Daniel Calmanowitz e o cultivo do bem

O monge tibetano, que foi aprendiz de Lama Gang...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *