fbpx
Logo portal NAMU
HOME » Estética » Cabelos » Gerais

Estética

O que causa a queda de cabelo e como tratar

O estresse, a hereditariedade e alterações hormonais estão entre os maiores causadores do problema. Saiba como tratar
Da redação
03/03/20

A queda de cabelo é um dos problemas que mais preocupa homens e mulheres de todas as idades. Afinal, ela impacta diretamente na aparência pessoal e resulta em questões como baixa autoestima e até mesmo ansiedade.

Porém, antes de sair gastando uma fortuna em tratamentos para combater a queda, é necessário compreender as suas causas. Aliás, essa é a maneira correta de solucionar o problema. Por isso, reunimos neste artigo os principais fatores que contribuem para a queda de cabelo e como tratá-la de maneira eficaz. Acompanhe a seguir!

Queda de cabelo: por que ela acontece?

Segundo uma matéria publicada na BBC News, todos nós perdemos entre 50 a 100 fios de cabelo diariamente. Entretanto, essa é uma queda considerada normal, que faz parte do ciclo capilar, no qual alguns fios caem para abrir espaço para o nascimento de outros.

causa da queda de cabelo

Porém, quando a queda de cabelo ultrapassa esse limite, é sinal de que algo está errado em nosso organismo ou que estamos tratando das madeixas da maneira errada. Embora os fatores que influenciam essa queda excessiva sejam muito, reunimos a seguir os principais. Confira:

Estresse

O estresse é um dos grandes causadores da queda de cabelo. Isso acontece porque ele compromete a circulação sanguínea periférica, o que dificulta a distribuição de nutrientes aos fios. Desnutridos, eles acabam caindo.

Além disso, em casos de estresse há o aumento excessivo do hormônio cortisol, que também contribui para a queda capilar. Ainda, o estresse também tende a aumentar a oleosidade capilar. Inegavelmente essa favorece a caspa, que consequentemente também influencia na perda dos fios.

Produtos químicos (escovas progressivas, tinturas)

O uso excessivo de produtos químicos à base de formol (escovas progressivas, escovas definitivas, relaxamento capilar) e tinturas é um dos fatores que mais causa a queda de cabelo, sobretudo em mulheres. Isso acontece porque ao aplicá-los diretamente nos fios, os folículos capilares e o couro cabeludo são diretamente afetados.

Problemas na tireoide

A tireoide é uma pequena glândula localizada no pescoço, mas capaz de regular todo o organismo! Quando ela apresenta alguma disfunção, a renovação capilar fica prejudicada.

No hipotireoidismo, por exemplo, condição em que há a lentidão do metabolismo, a falta dos hormônios T3 e T4 causa a queda de cabelo e impede que os novos fios cresçam. Já no quadro de hipertireoidismo, caracterizado pela aceleração do metabolismo, o excesso desses hormônios acelera o ciclo capilar, fazendo os fios caírem antes do tempo previsto.

Genética

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a queda de cabelo hereditária é mais comum em pessoas do sexo masculino. Inclusive, estima-se que 80% dos homens com mais de 80 anos sofram com o problema.

Embora afete mais o público masculino, algumas mulheres também sofrem com a queda dos fios hereditária, principalmente depois dos 40 anos. Geralmente a condição está associada a alterações hormonais e o problema pode ser amenizados com tratamentos clínicos e acompanhamento profissional.

Pós-parto

O pós-parto é um período que causa diversas mudanças no organismo, principalmente na cadeia hormonal. Nesse período, a queda de cabelo é influenciada pela redução do hormônio estrogênio no organismo. Por consequência, essa redução altera o ciclo capilar e faz com que vários fios entrem na fase de queda.

Geralmente a queda de cabelo no pós-parto acontece por volta do terceiro mês após o nascimento do bebê e estende-se até o sexto ou sétimo mês. Porém, mulheres que já sofriam com a queda dos fios por motivos hormonais ou de estresse podem ter esse período prolongado.

Uso de medicamentos de uso contínuo

Os medicamentos de uso contínuo são outro fator direto na queda de cabelo. Entre os medicamentos que possuem esse efeito colateral estão os antidepressivos, as anfetaminas, os inibidores de apetite e os remédios para tratar acnes como a vitamina A, por exemplo.

Anemia

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a anemia é caracterizada como uma condição na qual o nível de hemoglobina no sangue está abaixo do normal. Geralmente ela é identificada através de sintomas como dores no corpo, cansaço excessivo e queda de cabelo constante e pode ser classificada como hereditária ou adquirida.

Enquanto a hereditária é causada por alterações na fabricação dos glóbulos vermelhos, a adquirida é provocada pela falta de nutrientes fundamentais ao corpo, como o ferro e vitaminas B12 e C. Para tratar a anemia, é necessário recorrer a um hematologista, clínico geral ou endocrinologista.

Como tratar a queda de cabelo

Agora que você já sabe quais são as principais causas da queda de cabelo, é hora de aprender a tratar o problema. Veja a seguir algumas alternativas eficazes para acabar com o problema de vez:

Mude a sua alimentação

Adotar uma alimentação mais equilibrada deve ser o primeiro passo para tratar a queda de cabelo. Afinal, uma dieta mais saudável influencia diretamente na regulação dos hormônios e na nutrição capilar.

motivos da queda de cabelo

Entre os alimentos que devem fazer parte do seu cardápio diário estão os que contêm ômega 3, zinco e ferro. Esses são os principais ingredientes que combatem a queda e proporcionam fios bonitos e brilhantes.

Quer aprender a se alimentar melhor? Então confira os cursos de alimentação saudável do NAMU!

Troque os remédios

Conforme pontuamos anteriormente, alguns medicamentos de uso contínuo possuem como um de seus efeitos colaterais a queda de cabelo. Nesse caso, a solução é conversar com o médico que fez a prescrição do remédio, para que ele possa substituí-lo por outro menos agressivo ao organismo e aos fios.

Porém, cabe ressaltar que nunca se deve interromper ou reduzir uma medicação por conta própria. Somente um profissional da saúde poderá sugerir o que é melhor para o seu bem-estar.

Faça uso de antifúngicos

Quando a queda de cabelo é provocada por infecções causadas por fungos, a melhor maneira de tratá-la é com o uso de antifúngicos e xampus com fórmulas que contêm selênio ou cetoconazol.

Combata o estresse

Por fim, aconselha-se reduzir os níveis de estresse para combater a queda capilar. Nesse sentido, recomenda-se participar de atividades de lazer e praticar atividades relaxantes como yoga, pilates e caminhadas ao ar livre, por exemplo.

Seguindo as dicas acima, você não apenas tratará a queda capilar, como também garantirá melhor qualidade de vida. Conheça os cursos online de yoga, meditação e pilates do NAMU e dê o primeiro passo rumo a uma vida muito mais saudável!


Recomendados
Coloração

Os cuidados para quem tem cabelo platinado

Tendência que invadiu os salões de beleza por t...

Estética

Como cuidar dos cabelos no verão

Sem cuidar da alimentação, o uso de produtos pa...