fbpx
Procurar no site Namu
Logo portal NAMU
HOME » Estética » Toxicidade » Gerais

Gerais

Seu batom pode ter chumbo, você sabia?

Metais pesados usados para fixar corantes em batons e outros cosméticos muitas vezes não constam nos rótulos dos produtos
Da redação
10/11/19

Você já recebeu uma mensagem informando que algumas marcas de batom contêm alta concentração de chumbo em sua formulação e, portanto, devem ser evitadas, pois podem causar câncer?

Embora esse problema já tenha sido solucionado pela maioria das marcas, ainda existem vários produtos sendo comercializados com quantidade em excesso do metal em suas fórmulas.

Quer saber quais os riscos que isso pode acarretar à saúde e dicas para evitar a contaminação? Então acompanhe o artigo que o NAMU preparou para você!

Batom com chumbo

Chumbo, cádmio, manganês, cromo, alumínio e outros quatro metais foram encontrados em batons e brilhos labiais comprados em farmácias e lojas de departamentos dos Estados Unidos. A alta concentração desses metais pode resultar em riscos para o organismo.

A descoberta foi feita por Katherine Hammond, pesquisadora da Universidade de Califórnia-Berkeley, nos Estados Unidos, em estudo publicado em maio de 2013 pela revista estadunidense Environmental Health Perspectives, publicação da instituição federal norte-americana que congrega os órgãos voltados às ciências da saúde.

Hammond optou por não divulgar as marcas dos batons estudados. Isso porque, segundo ela, não há diferença significativa entre as mercadorias testadas e outras disponíveis no mercado. Além disso, ela não gostaria de passar a imagem de que as marcas não selecionadas são mais seguras.

Riscos do chumbo no batom

Os metais presentes nos produtos labiais estão normalmente associados às suas cores. Isso porque eles servem para intensificar os pigmentos, produzindo cores fortes. Trinta e duas amostras de maquiagem labial passaram por análises. Confira a seguir os resultados:

  • 30% delas apresentaram um índice de cádmio maior do que o recomendado. Isso preocupou os pesquisadores, pois já em pequena dosagem o metal pode causar problemas nos rins e, até, insuficiência renal;
  • Em 24 marcas de batom foi constatada a presença de chumbo, mas não em dosagens excessivas;
  • O cromo e o manganês também apareceram com constância nos batons analisados. O primeiro pode aumentar a probabilidade de câncer no estômago, enquanto o segundo pode intoxicar o sistema nervoso.

O estudo levou em conta a média de duas aplicações por dia e por pessoa. Se reaplicados mais de uma vez, os batons já podem ultrapassar os níveis de metais que nosso corpo precisa. Afinal, devemos também considerar a ingestão de metais através de alimentos. E quanto maior a exposição aos metais, maior o risco de contaminação.

chumbo no batom

Sem adeus ao batom

A autora da pesquisa acredita que não há motivo para jogar todos o seu batom no lixo. Outros estudos ainda pretendem analisar mais a fundo as consequências do uso contínuo dos produtos.

As consumidoras devem ficar mais atentas porque, na maioria das vezes, a composição não está no rótulo das mercadorias. Além disso, nos Estados Unidos, nenhuma regulamentação que exija que ela esteja. Já na União Europeia, por exemplo, não é aceita a utilização de cádmio, cromo e chumbo em produtos de beleza.

O objetivo de Hammond é alertar sobre a possibilidade de maquiagens serem tóxicas e as pessoas não saberem disso. Pesquisas anteriores já apontavam o uso de metais na composição de maquiagens. No entanto, a preocupação deve ser maior quando se trata de batom, uma vez que o produto é ingerido e absorvido durante sua permanência nos lábios.

Estima-se que 24 miligramas fiquem em nosso organismo a cada aplicação.

Inmetro analisa chumbo em 15 marcas de batons: todas as amostras foram aprovadas

Para deixar as consumidoras mais tranquilas, em dezembro de 2017 o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) analisou 15 marcas de batons de diferentes.

Os produtos utilizados na pesquisa possuíam cores e tipos diferentes. Foram analisados batons das marcas Avon Ultra Color, Contém 1g Make-up, Dailus Pop Art, Jasmyne, MAC Matte Lipstick, Maybelline Colorsensational, Natura Faces, O Boticário Make B, Oceane Ale de Souza, Payot Colors Up, Quem disse, Berenice?, Revlon Colorburst, Sephora, Tracta HD e Vult Make Up.

Se você for usuária assídua de algumas das marcas acima, pode comemorar! Afinal de contas, todas elas passaram nos testes. Segundo o Inmetro, “o teor de chumbo das amostras analisadas estava abaixo dos valores recomendados pelo regulamentador brasileiro, o que é considerado adequado e segue uma tendência mundial”.

Cabe ressaltar que no Brasil, o nível máximo de chumbo em um batom tem que estar abaixo dos 5 mg/kg. Contudo, a maioria das marcas analisadas possuía teor de até 1 mg/kg do metal em seus produtos. E é claro que isso é considerado ótimo, já que os níveis apresentados estavam dentro do limite permitido.

Chumbo no batom: como evitar a contaminação?

Embora não se possa ter certeza de que um batom contenha chumbo apenas lendo o seu rótulo, é possível ter alguns cuidados para evitar o contato com o metal. Assim, dá para evitar a contaminação e diminuir o risco de doenças como o câncer, por exemplo. Veja a seguir:

  • Prefira batons de cores claras: Quanto mais escuro o batom for, maior chance de ele conter altas quantidades de chumbo. Isso porque o metal é utilizado para compor os pigmentos e corantes do produto. Uma dica valiosa aqui é de usar cores nudes no dia a dia (como no trabalho, por exemplo) e deixar o vermelhão para ocasiões especiais;
  • Não ultrapasse a reaplicação do produto por no máximo seis vezes ao dia;
  • Prefira batons e demais produtos de beleza de marcas tradicionais. As listadas acima na pesquisa do Inmetro podem servir como exemplo;
  • Lembre-se: batom de boa qualidade custa caro. Portanto, ao encontrar um produto muito barato, desconfie de sua qualidade.

Quer aprender a fazer escolhas mais conscientes e sustentáveis? Então conheça o curso de Cosméticos naturais e veganos do NAMU. Nele você vai aprender a fazer os seus próprios produtos de beleza a partir de ingredientes naturais, o que oferece mais saúde e nutrientes para a pele.


Recomendados
Gerais

Conheça os riscos do hidrogel

Substância utilizada com finalidade estética po...

Gerais

Esmalte com substâncias cancerígenas

Alguns rótulos omitem a presença de formol, tol...

Gerais

Substâncias tóxicas utilizadas pela indústria de cosméticos

Falta de regulamentação permite que empresas co...

Gerais

Parabenos: conheça os riscos dessas substâncias nos cosméticos

Usados em diversos produtos do dia a dia, os pa...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *