fbpx
Procurar no site Namu
Logo portal NAMU

Reciclagem

O que é

A reciclagem abrange uma série de políticas destinadas a reaproveitar elementos descartados ou sobras para elaboração de novos produtos ou sua própria recuperação.
O aumento do consumo em escala mundial tem gerado grande quantidade de resíduos. A média é de 1,2 kg por pessoa, mas em países desenvolvidos, como Estados Unidos, Alemanha e Reino Unido, pode chegar a 2,5 kg, segundo dados de 2012. Na cidade de São Paulo, cada habitante produz 1 kg de lixo por dia. O descarte desse material ainda é um problema e carece de uma política coordenada, pois apenas 13% vai para reciclagem e o restante segue para aterros ou lixões.
A Política Nacional de Resíduos Sólidos, lei de 2010, vem para regular essa questão. Baseada no conceito de logística reversa, institui a responsabilidade compartilhada dos geradores de resíduos desde os fabricantes, os importadores, os distribuidores até os recicladores. Além disso, inclui os catadores como agentes importantes nas etapas de coleta, logística e destinação do lixo. Ela determina a extinção dos lixões e a construção de aterros sanitários, obras de engenharia com recursos para captação dos gases e tratamento de efluentes como o chorume. Apesar de a lei ser bem elaborada, ainda esbarra na ineficiência ou incapacidade técnica e financeira de muitos estados e municípios.
A reciclagem não abrange apenas materiais comuns, como plástico, papel, vidro e metal. O aproveitamento de entulhos de obras civis é um segmento promissor. O município de São Paulo gera 374 mil toneladas de entulho por mês, mas apenas 25% dessa quantidade é reutilizada. A destinação do lixo eletrônico também é uma área a ser explorada. Esse tipo de resíduo é muito poluente e de difícil retrabalho, mas já existem no Brasil cooperativas que enviam o material para separação no exterior de compostos valiosos como cobre e ouro.
O conceito de reduzir, reutilizar e reciclar vem ganhando espaço na sociedade e já é tema recorrente na educação infantil. Grandes empresas também têm investido no tratamento do lixo, pois, além da questão legal, perceberam que ganhar com o que seria jogado fora.

Aprofundamento

Cempre Guia da coleta seletiva de lixo 

A lei na prática 

Brasil Política Nacional de Resíduos Sólidos – Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010 

Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo Guia Pedagógico do Lixo 

Associação Brasileira de Reciclagem de Resíduos da Construção Civil 

Associação Brasileira das Indústrias Recicladoras de Papel 

Associação Brasileira de Indústria do PET Reciclagem 

Gestão de resíduos sólidos em São Paulo: desafios da sustentabilidade 

Reaproveitamento dos entulhos de concreto na construção de casas populares 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *