fbpx
Logo portal NAMU
HOME » Saúde » Saúde Mental » Gerais

Saúde

Por que estamos falando tanto sobre saúde mental?

Segundo o Ministério da Saúde, 15,5% da população brasileira sofre com transtornos mentais. Saiba como preveni-los e melhorar sua saúde mental
Da redação
22/04/20
Que a saúde mental é um tema extremamente relevante no mundo atual, não há dúvida alguma. Nos últimos anos, no entanto, o assunto tem ganhado cada vez mais espaço nas grandes mídias. Isso se deve, em grande parte, ao crescente número de diagnósticos de problemas psicológicos e ao alarmante número de suicídios. como ter uma saúde mental
Quer saber mais sobre saúde mental, quais impactos ela tem no seu dia a dia e como se livrar desses problemas? Então leia o artigo a seguir até o final!

O que é saúde mental?

Segundo a Secretaria de Saúde do Paraná, a saúde mental de uma pessoa está relacionada à forma como ela reage às exigências da vida e ao modo como harmoniza seus desejos, capacidades, ambições, ideias e emoções. Na falta desse equilíbrio, surgem diversas patologias extremamente prejudiciais ao ser humano, como os transtornos psicológicos. Eles afetam a vida do indivíduo em diversos aspectos, da autoestima até convivência social. Veja a seguir os transtornos psicológicos mais comuns:

Ansiedade

O transtorno de ansiedade refere-se à preocupação descontrolada com causas futuras, que causam nervosismo, dificuldades de concentração e comprometem a produtividade no trabalho. Os sintomas se manifestam através de respiração irregular, aceleração cardíaca e sudorese.

Depressão

Conhecida como “o mal do século”, a depressão é a principal causa de suicídio entre pessoas de todas as idades. O transtorno é caracterizado pelo sentimento de tristeza profunda, desânimo e desmotivação quanto à vida. A depressão é um dos problemas de saúde mental mais discutidos em todo o mundo. De acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 15,5% da população brasileira sofre com o transtorno, o que representa cerca de 32 milhões de pessoas.

Estresse

Já o estresse crônico geralmente está relacionado à pressão emocional sofrida no ambiente de trabalho, mas provoca consequências devastadoras na vida pessoal do indivíduo. Ele provoca dores de cabeça, insônia e irritabilidade. E, tais sintomas comprometem tanto o relacionamento com familiares e amigos quanto com os colegas de trabalho.

Transtornos alimentares

Embora os transtornos alimentares sejam mais comuns em adolescentes, eles também podem afetar adultos e idosos. Esse problema de saúde mental está diretamente ligado às questões dos padrões de beleza impostos pela sociedade. Entre os transtornos alimentares mais comuns podemos citar a anorexia e a bulimia.

Fobias

Já as fobias estão relacionadas ao medo intenso de algo específico. Pode ser medo de aranha, por exemplo, ou então, de andar em escada rolante. Elas afetam o dia a dia do paciente, de modo que por causa desse pavor ele não consegue manter sua rotina habitual. As fobias geralmente são acompanhadas pelo transtorno da ansiedade e, em alguns casos, desencadeiam crises de pânico.

Mantenha a sua saúde mental em dia com essas 7 dicas infalíveis

Segundo uma pesquisa, 86% dos brasileiros possui algum tipo de transtorno mental. Independentemente do tipo, ele deve ser tratado com ajuda psicológica e, em casos mais graves, com terapia medicamentosa. Contudo, é possível também manter a saúde mental em dia com a adoção de alguns hábitos simples. Veja a seguir:

1. Não leve trabalho para casa

Nos tempos atuais, é comum encontrar pessoas com dificuldades de separar a vida pessoal da profissional. Por conta disso, acabam levando trabalho e as insatisfações do dia a dia para casa, se sobrecarregando e comprometendo a qualidade de vida. Portanto, crie uma rotina que force o cérebro a compreender que você terminou o seu expediente de trabalho. Para quem trabalha fora, essa atitude pode ser mais simples. Basta deixar de responder e-mails corporativos fora do horário de trabalho ou às mensagens no grupo do WhatsApp. Já para quem trabalha em regime de home office, por exemplo, recomenda-se incluir na rotina alguma atividade transitória entre o office e o home. Entre elas, uma caminhada pela vizinhança, um banho ou até mesmo a pausa para um café.

2. Tenha tempo para si

Com tantas coisas para fazer diariamente, fica difícil ter um tempo para si próprio. Porém, cuidar de si mesmo também é importante para manter a saúde mental em dia. Reserve ao menos umas duas horas por dia para fazer o que gosta: frequente uma academia, faça um curso, vá ao salão de beleza, assista a um filme.

3. Durma bem

Nada melhor para o corpo e para a mente do que dormir bem. Afinal, uma boa noite de sono é fundamental para a renovação celular e para a redução do estresse e da ansiedade. Assim, criar uma rotina pré-sono (higiene do sono) com o objetivo de melhor a qualidade do seu descanso é fundamental. Entre esses hábitos, podemos destacar deitar-se todos os dias no mesmo horário, ingerir um chá com efeito calmante ou até mesmo ler o capítulo de um livro.

4. Cuide da alimentação

Manter a alimentação em dia ajuda tanto a saúde mental quanto a física. Nesse caso, o recomendado é manter um cardápio variado, composto por alimentos saudáveis em todas refeições. benefícios da saúde mental
Eles fornecerão ao organismo os nutrientes necessários para funcionar bem e certamente te ajudarão a ter mais disposição para o dia a dia.

5. Pratique atividades físicas

Quando praticamos atividades físicas, nosso organismo produz maior quantidade de endorfina e serotonina, os hormônios do bem-estar. Eles também atuam na regulação do humor, já que reduzem o estresse e ansiedade.

6. Procure ajuda médica

Ao contrário do que muitos pensam, para fazer terapia não é preciso ter algum transtorno. Afinal, ter acompanhamento psicológico pode ajudar qualquer pessoa a ter uma melhor visão de mundo e a lidar melhor com os problemas. Sendo assim, procure fazer consultas quinzenalmente e trabalhar as questões que mais afetam seu dia a dia.

7. Faça yoga ou meditação

O yoga e a meditação são grandes aliados da manutenção da saúde mental e física. Isso porque essas práticas milenares proporcionam relaxamento, ajudam na concentração e na compreensão do mundo. A grande vantagem dessas atividades é que elas são de baixo impacto. Portanto, podem ser realizadas sem nenhuma dificuldade no conforto do seu lar. Clique aqui e informe-se sobre como essas práticas podem ajudá-lo a alcançar o equilíbrio entre corpo e mente mesmo sem sair de casa.

Recomendados
Saúde

O que é ansiedade infantil? Principais causas, sintomas e tratamentos

Antes de falarmos sobre ansiedade infantil, val...

Saúde Mental

Quais os desafios das empresas ao falar de saúde mental com os colaboradores?

Uma empresa é um local onde as pessoas passam b...