fbpx
Logo portal NAMU
HOME » Sustentabilidade » Cidades » Gerais

Gerais

Ajude a transformar a Praça do Samba

Com a participação de voluntários, grupo realiza desejos dos moradores do bairro paulistano do Perus
Bruno Torres
27/09/19

É desejo de muitos viver perto de uma praça bem cuidada com árvores, parquinho, palco, hortas, entre outros espaços para relaxar e conviver com os vizinhos. Os paulistanos que moram no bairro Perus podem concretizar esse desejo nos dias 4 e 5 de julho (sábado e domingo) quando acontece, das 9h às 18h, o mutirão para transformação da Praça Vigário João Gonçalves de Lima, mais conhecida como Praça do Samba.

O projeto A Praça do Samba dos Sonhos pretende realizar reformas no local que ocupa uma área de 7 mil m2. “O projeto foi cocriado com a comunidade. Assim, definimos os seguintes desejos possíveis: parquinho, palco com cobertura, muralismo, bicicletário e outros mobiliários para maior conforto na praça”, conta a arquiteta Renata Minerbo idealizadora do Acupuntura Urbana, grupo que organiza o mutirão em conjunto com mais outras duas iniciativas o Movimento Boa Praça e o Atados. Juntos, os três movimentos foram contemplados pelo edital Redes e Rua para ampliar o projeto Se Liga na Praça.

homem e menino

O apelido da praça não é aleatório. Antigamente, a comunidade costumava organizar rodas de samba por lá. “Com o tempo, as festas começaram a ficar mais violentas e o pessoal parou de frequentar. Hoje, é apenas uma memória, mas justamente o palco será feito com a intenção de reativar essa programação cultural da praça”, explica a arquiteta.

Segundo Minerbo, o objetivo do projeto é, sobretudo, fortalecer as relações humanas. “Ao convidarmos as pessoas para opinarem e colocarem a mão na massa, isso muda não só a relação delas com o lugar, mas também entre elas. Os vizinhos se aproximam, descobrem coisas em comum, passam a cuidar mais uns dos outros e conviver mais. No fim das contas, a transformação física é mais uma ferramenta para fortalecer as relações humanas. Afinal, não adianta ter um espaço lindo que a comunidade não usa, dialoga ou cuida”, argumenta.

mulher e meninas analisam o projeto da praça do samba dos sonhos

Ainda restaram sonhos que não puderam ser contemplados no projeto, por exemplo, o desejo por mais árvores na praça. “Estamos pensando em uma parceria com o GreenSP, iniciativa que espalha árvores frutíferas pela cidade”, planeja Minerbo.

Quem se interessar pode se inscrever como voluntário ou ajudar como pode. “Doe o seu talento ou aquele restinho de tinta, saco de cimento ou azulejo quebrado que sobrou da reforma da sua casa”, convidam os organizadores.

O projeto Se liga na Praça ainda prevê uma série de 8 oficinas de comunicação para jovens no CEU Perus na Biblioteca Padre José Anchieta, próxima à Praça do Samba. A partir de 02 de julho, os interessados poderão aprender a escrever textos, produzir convites digitais, elaborar zines, tirar fotos e gravar vídeos. Todas as aulas resultarão na organização de um evento na praça. Toda a produção será feita pelos próprios alunos. 

Veja o endereço da praça aqui.

Para saber mais sobre o mutirão é só entrar no grupo da Praça do Samba dos Sonhos no facebook.

 


Recomendados
Poluição

Tipos de poluição: como o excesso de estímulos prejudica a saúde

Os diversos tipos de poluição das grandes cidad...

Gerais

A grande vitrine dos produtos naturais

Feiras apresentam novidades da agroecologia, or...