fbpx
Procurar no site Namu
Logo portal NAMU
HOME » Sustentabilidade » Hortas Urbanas » Gerais

Hortas Urbanas

Compostagem: entenda o que é e como utilizar

Apesar de não ser algo novo, a popularidade da compostagem está em crescente ascensão, isso porque traz inúmeros benefícios para o meio ambiente
Da redação
29/03/19

Você já ouviu falar em compostagem? Essa prática, que é uma ótima forma de reciclagem, reduz sobras de alimentos e outros materiais orgânicos produzidos em nossas casas. E ainda produz o húmus — usado como adubo — como produto final.

Apesar de não ser algo novo, a popularidade da compostagem está em crescente ascensão. Isso porque a população está cada vez mais preocupada com questões que envolvem a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente.

Quer aprender mais sobre essa prática? Neste artigo, vamos mostrar tudo o que você precisa saber sobre a compostagem e formas de fazer a sua para reaproveitar as sobras de alimentos da sua casa. Vamos lá?

O que é compostagem?

Trata-se de um processo biológico em que a matéria orgânica é valorizada e reciclada. Por meio da ação de microrganismos, como bactérias e fungos, restos de alimentos são transformados em um material muito fértil e rico em nutrientes e minerais — o húmus. Ele é utilizado como adubo para produzir outros vegetais utilizados na alimentação.

Como funciona essa prática?

A compostagem pode ser feita no quintal da sua casa. Para isso, basta separar qualquer tipo de matéria orgânica de origem vegetal e animal, como folhas, talos, sementes e cascas de hortaliças, casca de ovo, palha, grama aparada, pedaços de plantas do seu jardim, esterco e pelos dos seus pets.

Quanto mais variados e fragmentados forem esses materiais, melhor será a qualidade do composto e mais rápido será o fim do processo. Além disso, a quantidade de matéria orgânica vegetal deve ser predominante na compostagem.

Em uma composteira, coloque uma primeira camada de material vegetal seco, como folhas e galhos, com cerca de 20 centímetros de altura, para absorver o excesso de umidade. A segunda camada deve conter grama, folhagens de hortaliças e esterco, com, aproximadamente, 5 centímetros.

Mais uma camada de matéria vegetal seca de 20 centímetros deve ser colocada por cima, seguida de outra de folhas verdes e esterco, até atingir 1,5 metro. A cada camada construída, é preciso regá-la, evitando encharcamentos. Deixe sua composteira em um local com sombra, para evitar ressecamento.

compostagem

Quais são as fases da compostagem?

O processo biológico de compostagem pode ser dividido em 3 fases diferentes. 

Fase mesofílica

Aqui, os fungos e bactérias que se reproduzem em temperatura ambiente começam a se proliferar e decompor o lixo orgânico. Essa fase dura, aproximadamente, duas semanas.

Fase termofílica

A mais longa, durando mais de dois meses. Nessa fase ocorre o crescimento e a degradação da matéria orgânica por bactérias e fungos termofílicos. Eles sobrevivem em temperaturas mais altas, entre 65 e 70°C.

Fase de maturação

Nesta etapa, ocorre a diminuição da temperatura e também da atividade microbiana e o composto torna-se maduro. Ou seja, a decomposição está completa e o húmus está pronto. A duração dessa fase é de, aproximadamente, 60 dias.

Quais são os benefícios da compostagem?

A compostagem é uma prática que agrega muitas vantagens para o meio ambiente. Primeiro, a decomposição do lixo orgânico gera apenas gás carbônico, água e húmus. Ou seja, não ocorre formação de gás metano, altamente poluente, como em aterros e lixões. Além disso, o espaço físico desses locais é economizado, o que aumenta o tempo de vida útil.

Por fim, como já foi citado ao longo deste artigo, há a produção de húmus, um adubo muito nutritivo que deve ser utilizado na sua horta, evitando a necessidade de utilizar fertilizantes sintéticos prejudiciais à natureza.

Gostou de descobrir mais sobre a compostagem e seus benefícios? Então, por que não fazer a sua? Construa uma composteira hoje mesmo para reaproveitar os seus alimentos, fazer a sua horta crescer mais forte e, ainda, contribuir na preservação do meio ambiente!

Agora, que tal ler um pouco mais sobre o comfort food — uma forma mais saudável de se alimentar? Conheça essa prática faz a diferença na sua qualidade de vida.


Recomendados
Hortas Urbanas

Horta urbana: colher com os amigos

Plantações comunitárias multiplicam-se por São ...

Hortas Urbanas

Dicas simples para fazer uma horta de temperos em lugares com pouco espaço

Com uma dose de criatividade e dedicação, é pos...

Hortas Urbanas

Hortas urbanas: natureza em meio ao asfalto

Em São Paulo, é possível encontrar diversas hor...

Hortas Urbanas

Plantas em apartamento: saiba quais escolher

É cada vez mais comum encontrar plantas em apar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *