Como a medicina oriental e a ocidental recuperam o equilíbrio do corpo?

A medicina oriental e a ocidental têm se aproximado nos últimos anos e hoje admitem a possibilidade de compartilhar e incorporar características mútuas. Essa troca, contudo, tem aspectos positivos e negativos. A ocidental baseia-se em modernas e profundas análises bioquímicas e exames de imagem, mas não aborda o todo orgânico. Já a medicina tradicional oriental baseia-se no conceito holístico de saúde, ou seja, a regulação depende também de fatores relacionados ao estado espiritual do paciente.