O que é

É possível dizer toda viagem, por mais simples que seja, pode se tornar uma experiência de autoconhecimento. Muita vez, novas culturas nos levam a conhecer mais sobre nós mesmos. Sentir o local. Procurar mergulhar no lugar, se relacionar com as pessoas, é inegavelmente uma forma de se autoconhecer. Um dos princípios básicos desse tipo de viagem é fugir do estereótipo do turista que vai apenas tirar fotos e comprar lembrancinhas ou daquele indivíduo que vai ao estrangeiro a trabalho e nada mais.

Esse tipo de experiência de autoconhecimento faz parte da história humana. São inúmeras e famosas as narrativas conhecidas como literatura de viagens. Nelas é possível conhecer histórias que vão desde a Carta do Achamento do Brasil, escrita por Pero Vaz de Caminha, passam pelo Diário da Viagem de Vasco da Gama e pelo Livro das Maravilhas de Marco Polo e chegam às obras mais modernas como é o caso de Viagem a Portugal, de José Saramago. Independentemente da qualidade ou da época dessas narrativas, elas se assemelham em razão do autor aprender mais sobre si através do encontro com outras pessoas e outros lugares. Essa é a principal força das viagens de autoconhecimento.

Vivencie

Palestras e Entrevistas

Conheça a história por trás das lentes do fotógrafo Araquém Alcântara

Conheça a história por trás das lentes do fotógrafo Araquém Alcântara
Guia

Auroraeco

Auroraeco
Palestras e Entrevistas

Araquém: o fotógrafo da natureza

Araquém: o fotógrafo da natureza

Possibilidades

veja mais sobre o tema