Adriana Carranca fala sobre o livro: "Malala, a menina que queria ir para a escola"

Na opinião da jornalista, Malala é um exemplo de como as crianças podem se posicionar na sociedade e fazer com que sejam ouvidas

A jornalista Adriana Carranca conta sobre a história de Malala, protagonista do livro, e traça paralelos entre a situação de crianças pobres no Paquistão e em outros lugares do mundo. “Se eu mudasse o nome, seria a história de uma criança brasileira que nasceu pobre, conseguiu uma vaga em uma escola da sua região, foi educada e que em um determinado momento aquela região foi invadida por criminosos, impedindo-a de sair”, relata a autora.

*"Malala, a menina que queria ir para a escola" é o primeiro livro-reportagem feito para crianças no Brasil. Escrito por Adriana Carranca, a obra tem figurado entre as mais vendidas do país.

Foto: Reprodução


Veja também:
Adriana Carranca: Malala e a literatura infantil
Malala e a luta pela valorização da mulher
Adriana Carranca fala sobre sua trajetória no jornalismo

Créditos

Direção: Alessandra Haro
Reportagem: Laura Luz
Produção: Guilherme Speranzini
Câmera: Cintia Pimentel e Sandra Adami
Edição e finalização: Joyce Amaral