Na prática

Encontramos algumas características do exercício prático no aristotelismo:

Empiricismo – O estudo da observação e da experiência faz parte do modo prático de conhecimento dos fenômenos. Esse procedimento tipicamente científico remonta à filosofia de Aristóteles.

A ideia de comunidade – A compreensão de que o homem é um “animal social”, destinado a viver em comunidade. A noção de que não existe uma autarquia social ou a pura individualidade é uma das principais compreensões da política de Aristóteles. 

O exercício contínuo da virtude – O hábito é um exercício e deve ser praticado constantemente, isso não é uma novidade. Aristóteles afirmava que a vigência da virtude não é uma demonstração esporádica, mas uma habilidade que se conquista e que propicia a perícia, a bondade e a temperança.

Para pensar

Quais as implicações teológicas para se compreender Deus como a causa motriz do mundo?

A ideia de Deus em Aristóteles deixa de ser explicada como uma emanação. Ou seja, não é representada como um demiurgo, isto é, não se trata de um Ser que faça parte do imaginário das crenças popular...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema