Namu é

Conheça mais sobre o NAMU

Últimos Acessos

Saiba mais sobre

Pilates para entrar em forma

A técnica pode aumentar a flexibilidade e o controle sobre os movimentos do corpo, além de prevenir lesões

mvdominato / Pixabay / CC0 Creative Commons

Desenvolvida pelo alemão Joseph H. Pilates, a prática fortalece abdômen e costas

Para muitos, tocar o chão com as pontas dos dedos das mãos sem flexionar os joelhos pode ser uma tarefa complicada. Existem formas de alongar o corpo e tornar esse desafio mais fácil, como o pilates. Pesquisas publicadas pela Academia Americana de Medicina Física e no Jornal Asiático de Medicina sugerem que o pilates estimula o alongamento dos músculos, melhora a flexibilidade, aumenta o controle motor e previne lesões musculares. Tornar o corpo mais flexível pode contribuir para um maior rendimento esportivo e para a redução do esforço das articulações na prática de atividades físicas.

Corpo e mente

Desenvolvida há mais de 80 anos pelo alemão Joseph H. Pilates, a prática - que ganhou o sobrenome de seu criador - consiste em uma junção de técnicas de conscientização corporal e tem como objetivo estimular o controle do sistema nervoso sobre os movimentos do corpo. É uma sistematização de exercícios que promovem maior domínio de seus praticantes sobre seu físico.

Cada vez mais populares entre as pessoas que buscam um corpo mais flexível e definido, os exercícios do pilates se baseiam principalmente no fortalecimento do abdômen e das costas. A força concentrada ali garante que o resto do corpo se movimente livre e de forma equilibrada. O pilates pode ser benéfico especialmente para as mulheres, pois fortalece os músculos abdominais inferiores, que são importantes para os sistemas reprodutivo e urinário.

Flexibilidade

Durante a fase de crescimento que permeia a infância, adolescência e até parte da fase adulta, o fortalecimento das estruturas que formam o sistema motor como músculos, tendões e articulações, pode não acompanhar o aumento dos ossos. Essa situação pode ser agravada por atividades cotidianas como ficar muito tempo sentado ou carregar mochilas e bolsas pesadas. Esse esforço pode gerar um quadro de retração muscular e problemas posturais. A técnica de Joseph Pilates pode ajudar no alongamento do corpo e melhorar a postura.

A flexibilidade é definida como a amplitude de movimento que uma parte do corpo pode atingir. Após frequentarem sessões de pilates, os participantes do estudo da Academia Americana de Medicina Física e Reabilitação, conseguiram descer os dedos das mãos cerca de quatro centímetros mais próximos do chão do que no início da pesquisa. O estudo teve duração de seis meses.

O alongamento foi observado em sessões mais e menos pesadas de exercícios. Os resultados virão independentemente da potência das sessões de pilates, o que pode variar é o tempo. Exercícios mais intensos podem trazer alterações positivas em um período mais curto. Exercícios mais leves demoram mais para trazer as modificações desejadas.

Coordenação motora

Os estudos analisados apontaram outros benefícios trazidos pela técnica. Acredita-se que o pilates possa estimular a concentração, pois exercita o foco dos participantes, trazendo muito atenção para cada movimento realizado. Isso também contribui para o aumento da precisão dos movimentos, o que beneficia a coordenação motora. Os participantes criam maior consciência sobre o seu corpo e suas ações passam a ser mais precisas e fluidas.

Foto: Thinkstockphotos