O que é

A terapia reichiana é uma abordagem terapêutica que atua no nível corporal, psicológico e bioenergético, considerando o indivíduo como uma unidade, na qual corpo e mente formam um sistema integrado. Como resultados finais, ela proporciona: autoconhecimento; soltura física e emocional, seguida de aumento do fluxo energético; mudanças de comportamento, especialmente nos padrões defensivos negativos; e mudanças efetivas e duradouras.

Em suas pesquisas, Wilhelm Reich percebeu que os distúrbios psicoemocionais apresentavam uma correlação com distúrbios corporais e vice-versa. A esses distúrbios, Reich deu o nome de couraça, por justamente conterem a emoção. Em sua formação, a couraça provoca alterações musculares, viscerais, respiratórias, sensoriais, circulatórias e hormonais, organizando-se no corpo em sete segmentos: ocular, oral, cervical, torácico, diafragmático, abdominal e pélvico. Insatisfeito com os resultados da psicanálise tradicional, procurou melhores resultados terapêuticos aliando à terapia verbal o trabalho corporal, com o objetivo de dissolver a couraça, liberar impulsos e emoções reprimidas, podendo elaborá-los posteriormente.

Reich descobriu no organismo a existência  de uma energia específica denominada bioenergia, ou energia orgone, que percorre o corpo de acordo com as funções emocionais e fisiológicas. Retomando o conceito de couraça, Reich percebeu que elas promovem um bloqueio no fluxo da energia orgônica, provocando o surgimento de regiões com deficiência de energia ou ainda com energia em excesso, predispondo o organismo a doenças.

Para pensar

Falar das experiências sexuais é importante no processo psicoterápico?

A base da terapia reichiana é a compreensão dos impulsos sexuais do indivíduo ao longo de sua vida, relacionando-os às experiências, concretizadas ou não, dos atos e ideias sexuais. Isso não signifi...

VEJA MAIS

Possibilidades

veja mais sobre o tema