Fontes e inspirações

Joseph Pilates desenvolveu, ao longo de sua trajetória, um método influenciado por pesquisas e práticas em diversos ramos das artes e da ciência, tanto do Ocidente quanto do Oriente. Quando jovem, estudou anatomia como autodidata, observando livros e visitando bibliotecas. Estudou também yoga, meditação zen, mergulho, ginástica, artes-marciais e boxe, esporte pelo qual pilates atuou profissionalmente. Max Schmeling (1905-2005), boxeador campeão mundial peso-pesado na década de 1930 e amigo de Joseph, foi um dos que recorreu ao método para aprimorar sua prática esportiva. Conta-se que, mais tarde, o boxeador ajudou Joseph em sua mudança para os EUA (1926).

A maior fonte de inspiração de Joseph Pilates foi, sem dúvida, sua própria condição física. Tendo sido uma criança com muitos problemas de saúde — sofria de asma, raquitismo e febre reumática —, Joseph sempre se manteve determinado a fortalecer seu corpo frágil. A “contrologia”, como chamava sua arte de dominar os músculos através da mente, foi o sistema criado por ele para se fortalecer e ajudar pacientes com lesão e/ou com a saúde comprometida. Seu método se tornou tão eficiente que se alastrou pelo mundo todo, influenciando, reabilitando e modificando a vida de milhares de pessoas de todas as idades, com ou sem limitações.

Vivencie

Palestras e Entrevistas

Entenda a história e o que é pilates

Entenda a história e o que é pilates
Aula e Curso

#FaçaemCasa: trabalho com as pernas

#FaçaemCasa: trabalho com as pernas
Aula e Curso

#FaçaemCasa: fortalecimento dos glúteos e alongamento da coluna

#FaçaemCasa: fortalecimento dos glúteos e alongamento da coluna

Possibilidades

veja mais sobre o tema