fbpx
Logo portal NAMU
HOME » Alimentação » Gerais »

Gerais

5 passos para organizar sua alimentação semanal

Ter uma rotina corrida e uma dieta equilibrada é totalmente possível, mas é preciso de planejamento. É preciso organizar a alimentação semanal e garantir os ingredientes necessários para a preparação das receitas, para poder variar os pratos e não cair na mesmice de comer sempre as mesmas coisas.    Fazendo isso, você não apenas terá […]
Equipe Namu
29/04/21
Ter uma rotina corrida e uma dieta equilibrada é totalmente possível, mas é preciso de planejamento. É preciso organizar a alimentação semanal e garantir os ingredientes necessários para a preparação das receitas, para poder variar os pratos e não cair na mesmice de comer sempre as mesmas coisas.    Fazendo isso, você não apenas terá um cardápio variado, mas também uma dieta nutritiva, colorida e saborosa. Assim, poderá ter mais saúde e disposição física para enfrentar os desafios do dia a dia. No artigo a seguir você vai conferir dicas úteis de como organizar a alimentação semanal para não cair na tentação dos industrializados. Acompanhe.  

Conheça os ingredientes que não podem faltar no seu dia a dia

  O primeiro passo para organizar a alimentação semanal é conhecer os grupos de alimentos e suas funções no organismo. A partir disso, você consegue combiná-los de forma a alcançar um bom padrão de sabor, cor, textura e nutrientes.   A princípio, um cardápio saudável deve ser composto pelos seguintes itens:  
  • Legumes: cenoura, abóbora, batata-doce, beterraba, quiabo, chuchu entre vários outros. Fontes de carboidratos, vitaminas e minerais, eles oferecem energia, água e fortalecem o sistema imunológico;
 
  • Leguminosas: tratam-se de grãos que nascem em vagens, como os feijões, a ervilha, a lentilha e o grão de bico. Eles possuem alta concentração de carboidratos, vitaminas do complexo B, fibras, ferro, fósforo entre outros minerais importantes. Assim, fornecem energia, combatem anemia e regulam o trânsito intestinal;
 
  • Cereais integrais: arroz, aveia e quinoa são bons exemplos de cereais que não podem faltar no cardápio diário. Ricos em fibras, esses alimentos melhoram a função intestinal e a saúde cardiovascular;
 
  • Verduras: folhas verde-escuras como agrião, couve, espinafre e brócolis possuem fibras, vitaminas do complexo B, A, C e compostos antioxidantes que previnem o envelhecimento precoce;
 
  • Proteínas: carnes de aves, peixes e frango, além de ovos e leite contribuem para a funções estruturais do organismo, como formação e manutenção dos ossos e músculos;
 
  • Frutas: ricas em água, fibras, vitaminas e sais minerais, contribuem para a saciedade, fortalecem o sistema imunológico e são excelentes substitutas dos doces;
 
  • Oleaginosas: alimentos como castanhas, amêndoas, amendoins, nozes e pistache possuem ômega 3, gordura poli-insaturada que combate o envelhecimento precoce, doenças cardiovasculares e melhora a atividade cerebral.
 

Escolha os alimentos que mais combinam com o seu estilo de vida

  Agora que você já conhece os ingredientes que não podem faltar no seu cardápio diário, é hora de escolher aqueles que mais atendem às suas necessidades nutricionais e estilo de vida.   Embora todos eles sejam considerados saudáveis, são compostos por substâncias que podem ou não contribuir para que você alcance um determinado resultado. Quem busca o emagrecimento saudável, por exemplo, deve optar por ingredientes de baixo teor calórico. Já quem tem diabetes, deve consumir alimentos com baixo índice glicêmico.   Mas como saber quais alimentos são mais adequados às minhas necessidades? Nesse caso, o melhor caminho é optar por aplicativos de reeducação alimentar. Elaborados em parceria com nutricionistas e chefs da gastronomia saudável, eles oferecem várias dietas de diferentes receitas para você organizar a alimentação semanal sem colocar a sua saúde em risco.   Isso é possível porque esses aplicativos são personalizáveis. Ou seja, fornecem conteúdos de acordo com suas informações pessoais como peso, altura, idade e objetivo. Assim, caso tenha uma dieta restritiva à proteína animal, o app irá mostrar conteúdos e receitas voltados ao público vegano ou vegetariano. Agora, se o seu objetivo é o emagrecimento saudável, você terá acesso a receitas de baixa caloria.   É diabético, intolerante a glúten ou à lactose? Não se preocupe, pois há receitas disponíveis nesses aplicativos para você também. De igual forma, existem receitas voltadas para praticantes de atividades físicas. Ricas em proteínas, elas oferecem uma combinação de nutrientes voltados a oferecer energia e ajudar na construção e manutenção da massa muscular.  

Faça uma lista de compras

  Certamente você já compreendeu que ter uma alimentação saudável é um dos principais fatores para ter qualidade de vida e que para que isso seja possível, é preciso de planejamento. E nada melhor para isso do que um aplicativo de celular que te oferece uma lista de compras de acordo com o seu planejamento de refeições.   De posse da lista, reserve um dia na semana para se dedicar às compras e garanta todos os ingredientes necessários para o preparo das refeições. Sem dúvida essa é a melhor maneira de organizar a alimentação semanal e não pular receita alguma, o que acaba fazendo com que você caia na tentação dos fast foods e demais industrializados.  

Dedique um dia da semana para cozinhar

  Depois de ter seguido os passos anteriores, é hora de colocar a mão na massa. Para isso, o ideal é que você reserve um dia na semana para cozinhar.    Hoje em dia, várias são as técnicas de cocção e de congelamento que te permitem conservar o valor nutricional, o sabor e a textura dos alimentos. Depois, basta organizá-los em marmitas ou quentinhas, combinando os grupos alimentares pontuados anteriormente e congelar as refeições.   Não sabe como congelar adequadamente os alimentos? Aprenda as melhores técnicas de congelamento do mercado com a Namu.  

Não se esqueça dos lanches saudáveis

  Não se esqueça de que organizar a alimentação semanal envolve também pensar nos lanches. Eles devem ser realizados duas vezes ao dia, entre o café da manhã e o almoço e entre o almoço e o jantar. Além de manterem o metabolismo em pleno funcionamento, eles oferecem a saciedade necessária para que você não coma mais do que deve no almoço ou jantar.   A boa notícia é que existem receitas nutritivas e saborosas para que você coma bem até mesmo nos intervalos do dia. Com a ajuda dos ingredientes certos, você vai poder preparar receitas incríveis de lanches e snacks saudáveis para levar consigo para onde for. Barrinhas de cereais, hambúrguer vegano, cracker de trigo e pão sem glúten são apenas algumas opções.   Gostou de aprender como organizar a alimentação semanal com a ajuda de um aplicativo de celular? Então vai adorar saber que todas as funcionalidades mencionadas neste artigo entre várias outras estão disponíveis no super app Namu. Experimente hoje mesmo, disponível no Google Play e na App Store.      


Recomendados
Gerais

Lancheira infantil barata e saudável | Volta às aulas

Sabemos que a preocupação de muitas famílias é ...

Gerais

Como se manter saudável na quarentena

Desde março de 2020 o isolamento social, medida...