fbpx
Logo portal NAMU
HOME » Corpo e Mente » Gerais »

Gerais

Tratando da ansiedade com aromaterapia

Se você está tratando da ansiedade, saiba que não está sozinho. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país mais ansioso do mundo e o quinto mais depressivo. Embora alarmantes, esses dados nos mostram o quanto essas condições, consideradas males do século XXI, devem ser levadas a sério.   […]
Equipe Namu
04/05/21
Se você está tratando da ansiedade, saiba que não está sozinho. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país mais ansioso do mundo e o quinto mais depressivo. Embora alarmantes, esses dados nos mostram o quanto essas condições, consideradas males do século XXI, devem ser levadas a sério.   Caracterizado como um medo e/ou preocupação excessivos com relação a situações do dia a dia, o transtorno de ansiedade compromete a qualidade de vida de qualquer pessoa. Além de sintomas psicológicos como o medo, a vergonha, o nervosismo, a tristeza e os pensamentos ruins, a ansiedade também se manifesta através de sintomas físicos, como por exemplo:  
  • Sudorese;
  • Taquicardia;
  • Náuseas;
  • Insônia;
  • Tremores;
  • Dores abdominais;
  • Diarreia;
  • Falta de ar;
  • Dores de cabeça/enxaqueca;
  • Sensação de desmaio;
  • Dores musculares.
  Se você sente algum desses sintomas, mas ainda não procurou ajuda médica, está na hora de tomar uma atitude. Afinal, a ansiedade não afeta apenas a sua saúde física e mental, mas também as suas relações interpessoais.    Agora, se você já está tratando da ansiedade com medicamentos ansiolíticos e antidepressivos comuns, pode ainda complementar o tratamento com terapias alternativas. Assim, poderá retomar a sua rotina de forma mais rápida e sem prejuízos à saúde.  

Tratando da ansiedade com aromaterapia

  A aromaterapia é uma grande aliada de quem está tratando da ansiedade e de outras condições emocionais. Para quem não conhece, essa é uma terapia que usa os aromas e os princípios ativos dos óleos essenciais para tratar vários problemas de saúde, como a ansiedade, estresse, insônia, dores musculares entre outros.   A inalação dos aromas desses compostos ativa o sistema nervoso do nosso cérebro, desencadeando uma resposta terapêutica. Assim, pode-se obter efeitos positivos tanto sob o aspecto físico quanto sob o aspecto emocional. Basta saber aplicar o óleo essencial adequado. Ainda, é possível criar uma sinergia (combinação) entre um ou mais óleos para potencializar os efeitos terapêuticos desses produtos.   Quem está tratando da ansiedade, deve considerar os seguintes óleos essenciais:  
  • Lavanda;
  • Camomila;
  • Bergamota;
  • Valeriana;
  • Jasmim;
  • Vetiver;
  • Olíbano;
  • Sálvia;
  • Erva-cidreira.
 

Como tratar a ansiedade com a aromaterapia?

  Conforme você pode perceber, a aromaterapia vai muito além do que apenas oferecer um aroma agradável aos seus praticantes. Ela também proporciona bem-estar, alívio de dores crônicas e reduz os níveis de estresse, de ansiedade e ainda fortalece o sistema imunológico. Para isso, a terapia dos aromas utiliza algumas técnicas específicas, a saber:  
  • Massagem: técnica que consiste em aplicar os óleos essenciais diretamente na pele do paciente;
  • Inalação: consiste em respirar o aroma do óleo essencial diretamente do frasco algumas vezes por dia, dividindo a respiração entre curta, média e longa;
  • Evaporização: como o próprio nome sugere, consiste em pingar algumas gotas do óleo essencial em uma superfície como um pano limpo ou algodão. Conforme o óleo vai evaporando, vai liberando seu aroma e princípio ativo no ambiente;
  • Aromatizador de ambientes: basta pingar de 2 a 5 gotas do óleo essencial em óleo vegetal ou água quente para liberar o aroma no ar;
  • Sprays: dilua de 3 a 5 gotas do óleo essencial no reservatório do spray e encha-o com água. Sacuda o frasco e borrife o óleo essencial pela casa;
  • Vaporização: ideal para quem está tratando da ansiedade e de sintomas respiratórios causados por gripes e alergias. Consiste em pingar 5 gotas do óleo vegetal em uma bacia com água quente, cobrir a cabeça com uma toalha e inalar o vapor d’água resultante da mistura;
  • Banhos terapêuticos: consiste em pingar de 5 a 10 gotas do óleo na banheira, enchê-la com água morna e banhar-se na água por pelo menos 15 minutos.
  Viu só como a aromaterapia é uma terapia versátil e fácil de praticar? E não se esqueça de que mesmo que você já esteja tratando da ansiedade, ela pode ser muito útil, pois atua como potencializadora da sua prescrição médica.  

Aromaterapia: contraindicações

  Embora natural, os óleos essenciais utilizados na aromaterapia podem ser prejudiciais, quando usados incorretamente ou em pessoas alérgicas à composição dos produtos. Da mesma forma, pessoas mais sensíveis a aromas também devem buscar orientação profissional antes de começar o tratamento.   Além desses cuidados, deve-se sempre lembrar que os óleos essenciais sempre devem ser diluídos em algum veículo carregador, como óleos vegetais ou água. Só para você ter uma ideia, uma única gota de óleo essencial pode ter centenas de componentes orgânicos diferentes. Alguns, inclusive, com potencial alergênico. Por isso, o produto não deve nunca ser aplicado diretamente sobre a pele, mas sempre diluído.   Quem está tratando da ansiedade com aromaterapia também deve ter outro cuidado, principalmente se a técnica escolhida for a de massagens terapêuticas e relaxantes: não usar óleos essenciais cítricos antes de se expor ao sol. Óleos como limão, laranja, tangerina e bergamota podem queimar a pele se expostos à luz solar.  

Tratando da ansiedade: outras práticas que equilibram corpo e mente

  Assim como a aromaterapia, outras atividades também ajudam a aliviar a ansiedade de forma natural.   O yoga e a meditação, por exemplo, são práticas milenares focadas em equilibrar corpo e mente por meio de posturas, técnicas respiratórias e exercícios de concentração. Mas, quem está tratando da ansiedade pode ainda encontrar no pilates um grande aliado para relaxar, dormir bem e ter mais qualidade de vida.   Além das práticas baseadas nas filosofias orientais, praticar atividades físicas regularmente também pode ser uma excelente terapia.    Atividades como caminhada, corrida, natação, treino funcional, alongamento e dança fortalecem os músculos, desenvolvem o equilíbrio, a consciência corporal e ajudam na perda de peso. Ainda, estimulam a produção de neurotransmissores como a serotonina, responsável por regular o humor e promover o bem-estar físico e mental.    Agora que você já sabe que é possível tratar a ansiedade de forma natural, vai adorar conhecer o curso Aromaterapia em casa da Namu. Durante as aulas, online e em vídeo, você vai aprender a prevenir e tratar várias doenças e desconfortos do dia a dia com o auxílio dos óleos essenciais. Aproveite!      


Recomendados
Gerais

Estilo de vida com foco na saúde das crianças

Muito é falado sobre o estilo de vida saudável ...

Gerais

Os 8 principais óleos utilizados na aromaterapia

O uso de óleos na aromaterapia não é novidade. ...