Você acha que poderia se beneficiar da dieta mediterrânea aqui no Brasil, onde o clima e os costumes são tão diferentes?

As recomendações de caráter universal devem ser vistas com certos cuidados, pois, provavelmente, não há uma dieta idealmente ótima para todos os seres humanos. A alimentação dos esquimós, por exemplo, composta basicamente de proteínas e gorduras, ou a de povos majoritariamente vegetarianos, são provas de que as civilizações se desenvolveram em distintas bases de modelos alimentares. Além dessa consideração, as recomendações dietéticas não podem ser consideradas de modo absoluto tanto do ponto de vista dos fundamentos que a compõem como enquanto um modelo nutricional a ser seguido. Tecnicamente é muito difícil isolar as variáveis de um sistema culinário para defini-lo como saudável ou recomendável. Tanto a variedade de alimentos que compõem o padrão da dieta mediterrânea, como a combinação desses elementos, a forma de processamento culinário e o uso de produtos locais são variáveis suficientes para dificultar o estabelecimento de recomendações baseadas apenas nos itens que compõem esse modelo de dieta. A transposição desse modelo de dieta, fundamentado num sistema nutricional, para proporções de itens alimentares recomendáveis, deixa de lado outros elementos do sistema de origem. Não é possível simplesmente importar as práticas culturais intrínsecas à dieta mediterrânea.